Cristiano Ronaldo realizou durante o ano de 2014 excelentes performances desportivas que culminaram com a conquista da Liga dos Campeões e a Taça do Rei de Espanha, ao serviço do Real Madrid. Assim, a Bola de Ouro que será entregue no final desta tarde de segunda-feira devia ir para as mãos do internacional português, até porque o período de apreciação é muito mais abrangente que um Mundial. Isto apesar de o presidente da UEFA, Michel Platini, ter dito durante o ano passado que "em ano de Mundial, a Bola de Ouro deveria ser entregue a um jogador campeão do mundo".

Quero aqui lembrar que já há um galardão que premeia quem é o melhor jogador de um determinado Mundial.

Publicidade
Publicidade

Aqui fala-se de quem esteve a muito bom nível durante o ano civil. Para mim, e acho que para a maioria de todos nós, Cristiano Ronaldo merece. Marcou mais golos, fez mais assistências, ganhou títulos, bateu o record de golos na Champions. Enfim, foi o melhor do mundo em 2014.

Mas sejamos honestos, uma coisa é falar do Mundial que se disputa durante três ou quatro semanas. Dessa competição resulta a atribuição de prémio para o jogador que melhor jogou e fez jogar nesse Mundial. Por outro lado, temos o prémio de melhor jogador do mundo, que é atribuído segundo a avaliação que é feita durante um longo período. Quem não se lembra da forma genial e heroica como o Ronaldo qualificou o nosso país para Mundial do Brasil? Foram grandes jogos e grandes golos contra a Suécia do Ibrahimovic. Portanto, 2014 foi sem dúvida o ano de Cristiano Ronaldo.

Publicidade

E quem se atrever a dizer o contrário, que lide com isso.

Sejamos sinceros, Cristiano Ronaldo fez grandiosas exibições desportivas, culminando com as conquistas da Liga dos Campeões e da Taça do Rei de Espanha pelo seu clube, o Real Madrid. Tornou-se também o melhor marcador da Liga dos Campeões e do próprio campeonato espanhol, conquistando depois a Supertaça Europeia.

Vamos aos números: Cristiano Ronaldo marcou 61 golos e fez 22 assistências em 60 jogos; 56 golos e 21 assistências foram feitos nos 51 jogos no Real Madrid. Pela selecção de todos nós, Ronaldo disputou 9 jogos, marcando por cinco ocasiões e fazendo uma assistência para golo.

Por sua, vez o internacional argentino Lionel Messi disputou 52 jogos pelo Barcelona, marcando por 50 vezes com 19 passes. Pela sua selecção, fez 8 golos e 2 assistências em 14 encontros. Totalizando tudo, Messi fez 58 golos e 21 assistências em 66 jogos e obteve zero títulos.

O guarda-redes internacional alemão Manuel Neuer fez 62 partidas e sofreu golos por 40 ocasiões 2014. Ao serviço do seu clube, o Bayern de Munique, ganhou o campeonato alemão e a Taça, bem como o título de campeão do mundo ao serviço da sua selecção. #Futebol