Já não bastava o descrédito que a modalidade tem vindo a alcançar nos últimos tempos, e veio agora a público o presidente do #Sporting, Bruno de Carvalho acusar, num texto publicado na sua página oficial de Facebook, um alegado convite "para um pequeno-almoço com a finalidade de almejar uma aliança estratégica com o intuito de Águias e Leões ganharem o campeonato nacional de forma alternada". Este suposto convite teria vindo da parte do presidente do #Benfica, Luís Filipe Vieira.

Todavia já passaram alguns dias e não houve sequer um desmentido. A somar a isto, há que ter em conta a passividade da comunicação social aqui do burgo, em particular a dita desportiva, que nada ou quase nada tem falado sobre estas declarações do líder leonino sobre o homólogo benfiquista.

Publicidade
Publicidade

Estas acusações são graves. Não podemos fugir disto. Mas acho que até aqui todos nós percebemos; agora o que eu não percebo é o silêncio do visado sobre o texto do presidente do Sporting Clube de Portugal. É preciso ter em linha de conta que o futebol é o desporto rei em Portugal e que move montanhas; mas também sabemos que este caso podia muito bem ser investigado. Até porque há acusações graves que nos levam a pensar em corrupção. E a ser verdade, é mais um escândalo e fica provado que não é no norte do país que está instalada a corrupção. É também no sul. Local onde muitas personalidades ligadas não só ao futebol em particular, mas também a outras áreas da nossa sociedade, querem que se centrem os poderes de decisão. Acontece, porém, que vivemos no século XXI e por muito que não gostem, fora dos grandes centros citadinos existem pessoas inteligentes e capazes.

Publicidade

Que no fundo sabem o que uns não querem que se saiba e que outros tentam esconder. Daí que centrar a decisão numa zona do país é descabido; aliás, a regionalização pode ser uma boa saída para o nosso país, mas isso será abordado numa futura opinião.

Mas vamos ao assunto central desta opinião. Eu não percebo como não é aberta uma investigação para se apurar a verdade. Porque houve uma acusação. Por parte de quem? Bruno de Carvalho, presidente do Sporting. O que denunciou o líder verde e branco? Uma alegada tentativa de corrupção por parte de Luís Filipe Vieira. Alguém fez alguma coisa até agora? Não. Porquê? Ninguém sabe.

Silêncio total por parte de uma Liga de Clubes, de uma Federação Portuguesa de Futebol, da Procuradoria Geral da República, do Secretário de Estado do Desporto, enfim de todos. Nem tão pouco do próprio visado há um desmentido ou uma acção com o intuito de processar o acusador. A juntar a isto, temos a comunicação social, que não investiga nem interroga o visado das acusações nem aquele que acusa.

Publicidade

Já agora, há provas?

Caso este caso se tivesse passado a norte, era missa cantada durante dias e dias, mas como é aqui por Lisboa, no sul de Portugal, não se passa nada. Silêncio total. Com as televisões, jornais, rádios, etc. a omitirem mais este alegado caso que podia manchar, ainda mais, o futebol português. É triste, mas é a realidade que todos nós temos. Talvez seja mesmo o espelho do país, o que ainda é mais grave. É o deixa andar neste país à beira-mar plantado…