Aos poucos o velho rock'n'roll estava a desaparecer como temos visto nos tops anteriores, de 1964, 1965 e 1966), e aos poucos surgiam bandas cada vez mais apostadas em levar a música e o experimentalismo mais além. A forma como a guitarra eléctrica se transformou também num instrumento de expressão de uma juventude rebelde e inconformada com todo o conservadorismo era também cada vez mais evidente. Chegamos então ao ano de 1967, um ano marcante para essa mesma revolta da guitarra e dos novos caminhos que a mesma trazia, sendo o mais comum o psicadelismo.

10 - The Velvet Underground & Nico - The Velvet Underground & Nico - Álbum de estreia deste mítico projecto que, além de dar a conhecer ao mundo músicos como Lou Reed e John Cale, causou alguma polémica pelas suas temáticas, como o uso de drogas, sadomasoquismo e prostituição. Embora tenha sido considerado um fracasso comercial e pela crítica, tornou-se uma influência enorme para gerações vindouras e um dos grandes álbuns da década.

9 - Yardbirds - Little Games - Após Eric Clapton e Jeff Beck, chegou a vez de Jimmy Page, naquele que viria a ser o último álbum de estúdio da banda antes de Page criar os Led Zeppelin. Forte veia psicadélica e uma sonoridade que foi vista como um passo atrás na evolução do grupo, mas que mesmo assim é um trabalho que vale a pena conhecer.

8 - The Doors - The Doors - Segundo álbum da nova sensação do rock norte-americano, que apenas meses antes tinha lançado a sua estreia. Bem representativo da abordagem pouco usual da banda ao rock'n'roll, com uma forte abordagem psicadélica.

7 - Pink Floyd - The Piper at the Gates of Dawn - Por falar em psicadélico, o primeiro álbum dos Pink Floyd é um dos clássicos intemporais do género, onde Syd Barrett brilha absolutamente, num álbum que é uma influência para muitos músicos ainda hoje.

6 - Cream - Disraeli Gears - Segundo álbum dos Cream e a milhas de distância do primeiro, com alguns clássicos intemporais como "Strange Brew" e "Sunshine Of Your Love".

5 - The Jimi Hendrix Experience - Axis: Bold As Love - Segundo álbum do projecto Experience de Jimi Hendrix lançado em 1967, que embora não fosse tão bom como o primeiro, mostrou uma boa mistura de rock pesado com blues e jazz e afirmou-se como um clássico intemporal.

4 - The Who - Sell Out - Terceiro álbum da banda, que demonstrava a apetência para temáticas avançadas para aquilo que se estava habituado na década de sessenta. Desta feita, um álbum com músicas intervaladas por anúncios publicitários. Embora as músicas não sejam das mais marcantes, o álbum como um todo foi um marco na #Música do rock.

3 - Jimi Hendrix - Are You Experienced? - Álbum de estreia e um clássico imortal, referência para inúmeros guitarristas um pouco por todo o mundo. Além do hard rock, também se tem aqui rock psicadélico, blues e acid rock.

2 - The Doors - The Doors - primeiro álbum dos Doors, que foram uma das grandes provas de que os anos do yé-yé e do simples rock'n'roll estavam oficialmente acabados. Temas como "Break On Through (To The Other Side)", "Light My Fire" e "The End" são clássicos indiscutíveis do rock psicadélico.

1 - The Beatles - Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - Álbum em que a banda decidiu criar alter egos musicais de forma a poder experimentar livremente, e cujos resultados práticos são temas como "Lucy In The Sky With Diamonds" e "With A Little Help From My Friends" (que Joe Cocker revisitou em Woodstock dois anos mais tarde). É um dos álbuns que mais vendeu na história da música.