O #Futebol português está repleto de rivalidades. Entre os três grandes, Benfica, FC Porto e Sporting, a disputa existe desde que a bola de futebol é redonda. Na Madeira, Marítimo e Nacional lutam pelo título de rei das ilhas. No Minho, Sp. Braga e V. Guimarães não se podem ver e o mesmo acontece no Algarve, principalmente entre Olhanense e Farense. Nas Caxinas, terra de heróis do mar, Varzim e Rio Ave são eternos inimigos. Por esse país fora, o futebol gera paixões e separa gentes, em lados opostos, rivais no campo e fora dele.

Mas há uma contenda muito particular, uma luta por um título honorífico, que, por muitos anos que passem, ainda não tem vencedor.

Publicidade
Publicidade

Boavista e Belenenses, desde os anos 70 que argumentam e reivindicam o título de quarto grande do futebol português. Até aí, poucas dúvidas existiam: os azuis de Belém eram o quarto clube mais importante em Portugal, o único que tinha sido campeão para além do triunvirato BPS e logo atrás destes em número de participações na competição nacional mais importante. Até ao início da década de 70, o Belenenses já tinha um título de campeão e duas Taças de Portugal, para além de três vitórias no Campeonato de Portugal, uma espécie de taça a eliminar, que inclui na lista de vencedores nomes como Olhanense, Marítimo e Carcavelinhos!

Mas por essa altura outro grande estava a nascer. O Boavista já tinha quatro títulos secundários e estava a dar início ao Boavistão. Até ao arranque do século XXI, muitas foram as conquistas e a dúvida instalou-se sobre quem merece o título de quarto grande.

Publicidade

Por um lado, o Belenenses tem mais presenças no escalão máximo (74 contra 52) e mesmo uma média pontual superior. Por outro lado, o Boavista tem um palmarés bastante mais rico: um título de campeão, 5 Taças de Portugal e 3 Supertaças, contra 1, 3 e 0 dos homens do Restelo. Em adeptos, os axadrezados cilindram e até se conta a piada de que o Estádio do Restelo é o maior do mundo, porque nunca encheu...

Recorrendo às novas tendências de comparações: por exemplo no Facebook, o Boavista, apesar de largos anos afastado das luzes da ribalta, ultrapassa o seu rival em mais de 20.000 seguidores! Aliás, estes dados parecem resumir e clarificar esta rivalidade. O Belenenses foi, claramente, o quarto grande clube português, principalmente até pouco mais de metade do século passado. No entanto, o Boavista é, actualmente, à frieza dos números, o quarto clube com mais troféus conquistados.

No campo, a luta histórica continua e no domingo terá mais um episódio, com um previsível escaldante confronto entre os quartos grandes do futebol português, Boavista e Belenenses (por esta ordem)!