Em 68 os anos sessenta estavam a terminar, o mundo em revolução e a #Música também não era excepção. Os Beatles e os Rolling Stones eram já ídolos da música, mas novos valores surgiam, dispostos a levar as regras instituídas cada vez mais longe. Do rock ao folk, passando pelo country, estes foram os dez clássicos incontornáveis de 1968:

10-Steppenwolf - Steppenwolf - Primeiro álbum de originais da banda que ficaria imortalizada por um tema, "Born To Be Wild". Nunca tiveram uma música tão reconhecida como esta, que é o grande destaque deste trabalho que anda entre o proto-hard'n'heavy e o blues.

9-Iron Butterfly - In-A-Gadda-Da-Vida - Segundo álbum de originais dos Iron Butterfly, com o tema título que tem um riff bem pesado e que ocupava todo o lado B, numa jam de mais de 18 minutos. Os Slayer fizeram uma versão dessa música.

8-Van Morrison - Astral Weeks - Segundo álbum do cantor folk Van Morrison e visto como um dos melhores álbuns do género, tendo impacto tanto na cultura popular como em muitos músicos que surgiram posteriormente. Continua tão essencial agora como na altura em que foi lançado.

7-Johnny Cash - At Folsom Prison - Na mó de baixo e contra tudo e todos, Cash decidiu lançar este álbum ao vivo na prisão, que resultou mesmo da forma como ele esperava, tornando-se de um dos maiores álbuns ao vivo country de sempre.

6-The Doors - Waiting For The Sun - Não sendo dos momentos mais brilhantes da banda, este foi o primeiro álbum a chegar ao primeiro lugar dos tops norte-americanos, vendendo 9 milhões de cópias. Músicas como "The Unknown Soldier", "Hello I Love You" e "Five To One" continuam clássicos hoje em dia.

5-Cream - Wheels Of Fire - Álbum duplo, sendo que um disco contém músicas originais e registadas em estúdio, enquanto o outro foi registado ao vivo, em dois espectáculos. "White Room" é um clássico indiscutível e as rendições de "Crossroads" e "Spoonful" são memoráveis.

4-The Rolling Stones - The Beggar's Banquet - Regresso à boa forma com "Sympathy For The Devil" e "Street Fighting Man" a serem clássicos da banda, dos mais influentes que gravou.

3-Pink Floyd - A Saucerful Of Secrets - Ao segundo trabalho, os Pink Floyd não podem contar com o seu frontman, Syd Barret, e lentamente começam a tentar libertar-se da sua influência. Mesmo assim, "Set The Controls To The Heart Of The Sun" e o tema título são temas obrigatórios para os fãs do psicadélico e do trabalho de Barret.

2-Jimi Hendrix - Electric Ladyland - Apesar de ser um álbum estranho e difícil de se absorver à primeira, este disco duplo é visto hoje em dia como um dos melhores da curta carreira do guitarrista e também o mais variado, com grandes temas que piscavam tanto o olho ao psicadélico como ao hard rock e funk.

1-The Beatles - The Beatles (White Album) - Apesar de serem veteranos, os Beatles não estavam estagnados criativamente, esta é a prova. "Back In U.S.S.R.", "While My Guitar Gently Weeps" e "Helter Skelter" são apenas alguns exemplos de músicas que marcaram uma geração.