As receitas desportivas, os direitos televisivos e o mercado de transferências passam por dias cada vez mais produtivos em Espanha. Só em receitas desportivas faturou-se, na época 2013/2014, 2.328 milhões de euros. Os cofres do futebol espanhol estão cada vez mais recheados, e para isso muito contribui o trabalho realizado pelos clubes da principal divisão espanhola de futebol. Os clubes da Liga BBVA são responsáveis por gerarem 2.170,2 milhões de euros em receitas. Por sua vez, os clubes que militam na segunda divisão espanhola, garantiram receitas de 157,9 milhões de euros.

Em comparação com os valores apresentados na época 2012/2013, o balanço é positivo, tendo em conta que nas receitas houve um acréscimo de 5,4%, nos direitos desportivos um aumento de 15,9% e o mercado de transferências transacionou 268 milhões de euros.

Publicidade
Publicidade

No que diz respeito aos gastos inerentes a esta Liga, os valores também são bastante simpáticos para os responsáveis do futebol espanhol, tendo-se verificado uma redução de 2,7%.

Estes dados refletem uma gestão rigorosa e de qualidade por parte dos dirigentes do futebol espanhol, servindo de exemplo para outros campeonatos pouco desenvolvidos ou em desenvolvimento. Outros critérios que também podem ser equacionados, aquando da análise destes valores, são os que estão relacionados com a aquisição de jogadores de classe mundial por parte das equipas de topo do futebol espanhol. Jogadores como Cristiano Ronaldo, Bale, Messi, Neymar, Suarez, Torres ou Griezmann arrastam multidões e captam a atenção de muitos media, patrocinadores, investidores, gerando benefícios para a gestão económica do próprio futebol espanhol e o catapulta para um patamar de excelência no futebol mundial.

Publicidade

Com todos estes fatores, pode-se afirmar que, nos últimos tempos, o futebol em Espanha é sinónimo de lucros bastante significativos. Costuma dizer-se que do país de "nuestros hermanos" não vêm bons ventos, nem bons casamentos, mas nesta situação, vem futebol de qualidade e futebol rentável! #Negócios