O "Clássico" de Domingo foi tudo menos espectacular e acabou por ser um jogo onde se praticou tudo menos um #Futebol "bonito". O #Benfica, de Jorge Jesus, jogou claramente para o empate (inexplicável a vantagem na posse de bola por parte do FC Porto, sendo o Benfica a jogar em casa) e o FC Porto, de Lopetegui, não conseguiu causar grandes situações de perigo devido à excelente atitude defensiva do Benfica. A terceira equipa, a de arbitragem, no geral esteve bem. Ficou por mostrar um segundo cartão amarelo a Jackson Martinez, que assim seria expulso, por chutar uma bola para a baliza do Benfica quando o jogo se encontrava parado.

Foi também um jogo sem grandes casos, onde o único existente foi entre os dois treinadores.

Publicidade
Publicidade

Perto do final do jogo, Jorge Jesus e Julen Lopetegui, que até começaram com um abraço, passaram "do 8 para o 80", e iniciaram uma acesa discussão. O treinador espanhol alegadamente terá dito para Jesus: "Não sabes o meu nome? Dou-te já um murro!". Rapidamente os adeptos benfiquistas fizeram-se ouvir e mandaram o treinador espanhol para sítios poucos próprios de serem referidos. Nas entrevistas finais, Jesus desvalorizou o caso.

No final do jogo, os treinadores não tiveram a mesma opinião sobre a partida. Em declarações à Benfica TV, Jorge Jesus afirmou que "defrontaram-se duas boas equipas. Não houve muitas oportunidades de golo para ambos os lados, as defesas superiorizaram-se aos ataques. Tivemos pouca bola nos primeiros 20 minutos, conversámos ao intervalo e estivemos melhor na segunda parte.

Publicidade

O resultado ajusta-se, foi um jogo muito intenso, só ao nível das grandes equipas, e muito bem jogado do ponto de vista táctico. Não ganhando, era importante não perder". Já para Lopetegui, só uma equipa quis ganhar: "Houve uma equipa a defender e outra a atacar. Estivemos por cima deles, eles consideram que o empate é um bom resultado, vamos ver se será ou não. O objectivo deles era o empate, terminaram o jogo a perder tempo. Fomos melhores que eles, quase não chegaram à nossa área".

Fejsa foi um dos jogadores mais comentados pelos treinadores nas declarações finais. Jesus afirmou que o jogador foi uma peça importante para parar o meio-campo do FC Porto, enquanto Lopetegui afirmou que Fejsa deveria ter sido expulso (segundo amarelo). Também os jogadores Lima, Casemiro e Brahimi falaram à Benfica TV. Lima afirmou que na segunda parte a equipa esteve melhor do que na primeira e deixou uma mensagem de força para os últimos jogos, "faltam quatro finais e precisamos de manter este empenho até ao fim do campeonato", afirmou o jogador.

Publicidade

Casemiro ainda acredita na conquista do título de Campeão Nacional, apesar de ser realista e reconhecer que o empate de Domingo torna tudo mais complicado. Deixou também uma mensagem de força: "Vamos lutar até ao fim do campeonato". Para Brahimi ainda "faltam quatro jogos, tudo pode acontecer. Sabemos que agora vai ser muito complicado sermos campeões, mas vamos continuar a lutar. Temos de fazer a nossa parte e ganhar todos os jogos. A ver o que o Benfica faz", rematou o jogador. #F.C.Porto