Depois de vermos os jogadores mais importantes de cada época, entre 2000 e 2005, continuámos a lista com os que encantaram a nação encarnada entre 2005 e 2010.

2005/2006 - Miccoli

O pequeno bombardeiro chegava ao #Benfica, e, depois de dar cabo de persistentes lesões, tornou-se num favorito do terceiro anel, mas também do segundo, e, claro, do primeiro, tendo as claques encarnadas criado uma música para o genial avançado. Miccoli agradeceu em campo, com fantásticas exibições, e ficará para sempre lembrado pelo golo ao Liverpool no último minuto, depois de entrar no final do jogo, ainda a recuperar de lesão. A par de Karagounis, Léo ou Simão, foi responsável por uma campanha europeia de sonho, que só terminou em Barcelona.

Publicidade
Publicidade

2006/2007 - Petit

Foi a época de afirmação de Petit, que passou de jogador que cumpre, a jogador preponderante. Com a companhia de Simão, Micolli e Rui Costa, começou a sentir a pressão atacante do Benfica, onde encaixou como uma luva. Coroou a brilhante época com um golaço de fora da área com que eliminou o PSG da Taça Uefa.

2007/2008 - Rui Costa

Já tinha regressado (e encantado) na época anterior, mas iniciou 2007 com dois golos na Luz, que ditaram a vitória no playoff de acesso à Liga dos Campeões. O Maestro estava em plena forma, e nem o despedimento de Fernando Santos abalou a confiança do médio, que continuou a somar boas exibições com Camacho. Um final de época decepcionante, com sucessivas derrotas sob comando de Chalana, o 10 encarnado conseguiu manter o nível, marcando 4 golos, um dos quais ao Sporting, mas não conseguindo evitar um decepcionante 4º lugar no campeonato.

Publicidade

Retirou-se depois de receber uma ovação quando saiu substituído na última jornada.

2008/2009 - David Suazo

Emprestado pelo Inter, o hondurenho só não fez mais porque passou metade da época lesionado, mas nos 12 jogos que fez no campeonato deixou a sua marca com 4 golos e 4 assistências, deixando a nação benfiquista desesperada pela sua frágil condição física que o impedia de jogar dois jogos seguidos. A par de Pablo Aimar, que se encontrava na mesma condição, foi quem mais espalhou magia durante essa época, onde as lesões foram o principal adversário dos encarnados ao comando de Quique.

2009/2010 - Pablo Aimar

El Mago já tinha dado que falar na época anterior, com exibições de encantar os mais cépticos, mas as lesões foram mais fortes, obrigando o novo D10s encarnado a guardar o auge da sua magia para a época que mais entusiasmou os benfiquistas neste século. A verdade é que grande parte dos jogadores do Benfica poderiam estar em destaque, desde Coentrão a Javi Garcia, David Luiz, Cardozo ou Saviola, mas esta foi a época de regresso de um dos mais mágicos que passou pela Luz, e a época que devolveu Pablo Aimar ao #Futebol.

Confira a restante lista, entre 2010 e 2015, dos craques que encantaram as bancadas da Luz, temporada a temporada.