Para criar um blog não é preciso muito. Na verdade é apenas preciso uma ligação à Internet. Simples não é? Para se ter um blog de sucesso, é preciso talento, muito talento. Ou então, é preciso ser uma figura pública. Em Portugal há bons blogs, de pessoas com talento, com conteúdo. Blogs que merecem ser lidos, de pessoas que se dedicam, que se esforçam para ter boas fotos e bom texto. Pessoas que não aparecem nas capas das revistas, mas que são reconhecidas por quem, de facto, aprecia o mundo dos blogs. Algumas pessoas - poucas - conseguiram chegar às páginas das revistas por manterem um blog de qualidade, por serem bloggers no verdadeiro sentido da palavra.

Publicidade
Publicidade

Depois há as figuras públicas. E não quero generalizar, porque ser famoso não impede que se tenha um blog com conteúdo. Mas o que vejo mais é um mero negócio, em que a pessoa dá a cara e nada mais.

Eu posso compreender que uma blogger tenha alguém que programe por ela. Posso entender que alguém fotografe, quando o assunto do blog não é fotografia. Mas não posso entender que outra pessoa faça absolutamente tudo, e a blogger apenas dê a cara. "Obviamente que tenho uma equipa para escrever os textos", bem, nesse caso desculpa, mas o blog não é teu. É da tua equipa, e tu não és blogger, nem meia blogger és. És modelo fotográfica! Ter uma cara bonita não é o mesmo que ser blogger.

Depois há a comunicação social, cega, movida pelos números dados, não pela qualidade do blog, mas sim pelo nome da pessoa, a entrevistar, a elogiar e elevar estes blogs, que de verdadeiro blog tem muito pouco.

Publicidade

Blogs artificiais, sem opiniões verdadeiras, movidos à volta de um negócio. E as empresas correm atrás deles, porque são influentes, porque têm um nome, porque são mediáticos. Neste mundo, o mediatismo é tudo, e a qualidade significa muito pouco.

Os blogs são um negócio, mas não é preciso saber ser blogger para alcançar o estrelato. É preciso já lá estar, é preciso ser mediático. Estas pessoas podem ganhar muito dinheiro - e ganham, o suficiente para contratarem quem lhe faça tudo - mas bloggers eles não são. Ter um canal de televisão que faz uma reportagem sobre blogs e só fala com famosos, é a prova do elitismo que se vive.