Podemos afirmar com toda a certeza que este foi um verdadeiro fim-de-semana "à #Benfica". As vitórias no basquetebol (61-86 frente ao Oliveirense), futsal (8-1 ao Rio Ave), futebol (0-2 frente ao Belenenses) e, principalmente, a vitória esmagadora por 5-1 frente ao FC Porto em hóquei em patins, que ditou o Benfica como vencedor do campeonato nacional, tornaram este fim-de-semana brilhante e espectacular.

Observando primeiramente a equipa principal de futebol, podemos dizer que apesar da vitória (0-2), o Benfica não jogou um bom futebol, e só não "sofreu", porque o Belenenses nunca conseguiu causar grande perigo. Para percebermos melhor tudo isto, basta comparar este jogo com o jogo da semana passada frente à Académica.

Publicidade
Publicidade

Nesse jogo, o Benfica realizou 23 remates, hoje só conseguiu rematar à baliza por 5 ocasiões. Em 5 dessas, 2 foram ameaças concretas e resultaram nos dois golos da equipa (marcados por Jonas, que continua assim a sua veia goleadora e a mostrar claramente que "velhos são os trapos". Ovacionado em pé por todos os benfiquistas quando foi substituído). Claramente não foi uma tarde de bom futebol, mas a vitória foi conseguida com eficácia e, sobretudo, com a ajuda do forte apoio vindo das bancadas (mais uma amostra fantástica e arrepiante da "Onda Vermelha"). 3 pontos importantíssimos, visto que o FC Porto cumpriu, e venceu o seu jogo frente à Académica por 1-0, poupando os seus melhores jogadores, tendo em vista o jogo para a Liga dos Campeões a meio da semana, frente ao Bayern na Alemanha.

"Campeões, nós somos campeões." "O campeão voltouuuu". Foram estas as frases mais ouvidas no Pavilhão Fidelidade durante a noite de Sábado.

Publicidade

A equipa de hóquei em patins conquistou o título nacional com um impressionante registo: em toda a época, até este preciso momento, (faltam duas jornadas), só perdeu 2 pontos. Uns esmagadores e humilhantes 5-1 frente aos rivais FC Porto ditaram a conquista do título tão desejado, depois de na época passada o terem perdido, com exactamente os mesmos pontos que o vencedor (FC Porto). Um pavilhão cheio e a explodir de alegria e de energia, fez a festa juntamente com os jogadores.

Regressando ao futebol, Samaris, Maxi Pereira e Jonas estarão disponíveis (à partida) para o jogo decisivo para o título, na próxima semana, frente ao FC Porto. Samaris e Jonas encontravam-se em risco de suspensão por acumulação de amarelos, mas conseguiram evitar receber cartão no jogo de ontem, e à partida poderão jogar o "Clássico". Salvio não esteve sequer presente no jogo, devido a uma lesão muscular contraída no treino, e, segundo Jesus, ainda não sabem se estará disponível para o grande jogo da próxima semana.