No passado dia 27 de Abril, os jovens Sub-19 da Selecção Nacional de #Râguebi foram aplaudidos por jogadores importantes e até apoiantes do desporto na chegada ao Aeroporto, depois de se terem sagrado vice-campeões na modalidade. A equipa teve um percurso vitorioso na etapa realizada em Vichy (França), conseguindo vencer todos os encontros, tendo sido parada apenas pela equipa anfitriã, onde sofreu uma derrota pesada por 40-0. Contudo, é de denotar que a equipa teve um desempenho excelente em toda a competição. Portugal bateu a Polónia com um resultado de 29-6, antes da sua mais suada vitória, conseguida no último minuto de jogo, contra a Roménia. Num ensaio de raça, querer e ambição conseguiram assim apurar-se para a final do campeonato.

Consoante as condições, Portugal saiu-se melhor do que era de esperar tendo em conta o número de treinos. Quando chamado para dar algumas palavras na conferência de imprensa, o capitão Tomás Ferronha referiu: "Foi um orgulho enorme jogar pela Selecção Nacional e cantar o hino na final de um torneio tão importante como este. Temos uma grande equipa, somos um grande grupo. Dos jogadores aos treinadores, passando por todo o staff". Segundo o treinador, Luís Pissarra: "Tivemos uma viagem atribulada à partida, fizemos poucos treinos e por isso resumo este resultado numa palavra: impressionante! Este grupo superou-se completamente. Foi um campeonato bastante duro e em tão pouco tempo conseguimos criar um espírito de equipa essencial para o sucesso da da mesma e que foi um dos factores mais importantes para atingir todas as vitórias".

Como o râguebi não é um desporto com tanto valor, como o Futebol ou o Basquetebol em Portugal, poucas pessoas sabem ou interessam-se pelo mesmo. Sendo o Futebol considerado o desporto rei em Portugal, a maioria dos portugueses deram mais importância à discussão entre Jesus e Lopetegui do que a esta autêntica vitória por parte dos Lobos Sub-19. Como tal, este triunfo é mais um grande passo para a divulgação deste desporto em território nacional, onde deveria ter mais impacto, já que temos grandes jogadores, e até bastante boas condições para a prática do desporto.