Joseph Blatter bateu com a porta da FIFA, depois de muitos anos à frente do organismo máximo do futebol. Na semana em que acontecia a eleição (entre 2 candidatos), depois da desistência de Luís Figo - antigo internacional português -, houve uma série de detenções em Zurique, na Suíça. O nome do presidente da #FIFA nunca foi falado (até ontem), mas sinceramente as notícias viriam a público mais cedo ou mais tarde. Depois de levantadas dúvidas sobre a "legalidade" da atribuição do campeonato do Mundo ao Qatar, Joseph Blatter "correu" sérios riscos na primeira ronda de votos, mas na segunda reuniu os suficientes para "ficar" na liderança mais uns dias.

Publicidade
Publicidade

Ontem recebi as notícias "na hora" da demissão do homem que preferia Messi a Ronaldo, tendo numa entrevista "gozado" com o português, aparentemente estava embriagado, ou seria esse o estado normal deste homem? Blatter nunca foi muito à bola com Portugal, aliás o semblante que carregava em 2012 quando o #Futebol Clube do Porto e o Sporting Clube de Braga discutiram a final da Liga Europa representa bem o desprezo pelo povo português.

Joseph Blatter esteve na FIFA tempo demais, os negócios e favores entre os homens fortes da federação e os de países como Rússia e Qatar trarão sempre água no bico. A atribuição de um campeonato do mundo num país onde existe um fosso gigante entre os ricos e os pobres (não havendo lugar para o "meio termo") devia ser proibida, já para não falar na escravatura que se verifica nas construções dos estádios.

Publicidade

Recordam-se do número de mortos no Brasil? As estradas que foram feitas à pressa? Os hospitais que permaneceram com os índices de baixa qualidade?

Em Portugal as notícias correram a um ritmo alucinante e muitos foram os que "sugeriram" a demissão de Vítor Pereira (dos árbitros) e do actual presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes. Costuma-se dizer que depois da tempestade vem a bonança... Atrever-me-ia a dizer que seguramente depois de Blatter regressará uma nova esperança no futebol. Ciau Blatter!