O fim dos The Beatles deixou um enorme vazio no trono da maior banda do mundo. 1971 seria a confirmação dos Led Zeppelin como a banda mais próxima de alcançar esse posto. Com uma ascensão fulgurante, nem mesmo os The Rolling Stones reuniam tanta expectativa a cada álbum lançado ou a cada espectáculo anunciado. Quem também estava a estabelecer-se como nomes a serem tidos em conta eram os Deep Purple, os Black Sabbath e os Pink Floyd, aos poucos a solidificar a sua reputação. Vamos então mergulhar no ano de 1971, mais um ano dourado do rock e das raízes da #Música pesada.


10 - Yes – The Yes Album – Primeiro álbum dos Yes com Steve Howe, um dos guitarristas mais influentes do rock progressivo, onde se destaca o clássico imortal “Starship Trooper”.

9 - The Doors - L.A. Woman – Talvez o álbum mais maduro dos Doors e aquele que só teve direito a uma digressão, mais de trinta anos depois. Temas como “L.A. Woman” e “Riders On The Storm” pertencem ao grupo das músicas obrigatórias da banda.

8 - Deep PurpleFireball – Apesar de não ser o álbum favorito de muitos dos membros da altura da banda, é visto como a ponte entre o In Rock e o Machine Head, com algumas músicas que acabaram por se tornar clássicos ao longo do tempo, como “No No No”.


7 - Yes - Fragile – Os Yes lançaram dois dos seus álbuns mais importantes no mesmo ano, evidenciando e cimentando aquilo que o álbum anterior já tinha sugerido – o brilhantismo instrumental da banda e a mestria do seu rock progressivo e sinfónico.


6 - The WhoWho’s Next – Quinto álbum da banda e o primeiro após a ópera rock Tommy. Com a intenção de fazer mais uma ópera rock revolucionária (com a participação do público), a banda inglesa acabou apenas pegar nas músicas desse projecto e gravar um dos seus melhores álbuns com temas como “Baba O’Riley”, “Won’t Get Fooled Again” e “Behind Blue Eyes”.


5 - Jethro TullAqualung – O álbum considerado como conceptual por todos menos pela própria banda reúne alguns dos seus grandes êxitos, desde “Cross Eyed Mary”, “Hymn 43” e “Locomotive Breath” que já tiveram versões feitas por bandas como Iron Maiden, Overkill e Helloween.

4 - Pink FloydMeddle – Os Pink Floyd saíram da terra e já estavam no espaço. Gilmour estava completamente integrado e a comprovar está a sua presença nos créditos da composição de quase todos os temas. “One Of These Days” e “Echoes” são músicas obrigatórias.

3 - Rolling StonesSticky Fingers – Um dos grandes álbuns dos Rolling Stones, cheio de êxitos como “Brown Sugar”, “Bitch” e “Wild Horses”.

2 - Black Sabbath - Master Of Reality – O termo ainda não era utilizado da forma correcta, mas aqui teve-se a prova de que o mesmo poderia evoluir ainda na sua génese. “Sweet Leaf”, “Children Of The Grave”, “Lord Of This World” e “Into The Void” são os principais destaques metálicos deste álbum.

1 - Led ZeppelinIV - O que dizer do grande álbum de hard rock da década de setenta? Tudo se conjuga na perfeição, desde a música, “Stairway To Heaven”, que é uma das mais tocadas de sempre na rádio sem ser um single (sim, porque os Led Zeppelin venderam milhões sem terem singles), até à conjugação perfeita entre o rock moderno e a tradição folk (Battle Of Evermore) sem esquecer a tradição blues/sulista inevitável com “When The Levee Breaks”. Um álbum imortal, sem dúvida.