A equipa do #Futebol Clube do Porto, desde o início da abertura do #Mercado de Transferências, anda muito activa no que compete a compras mas também no que diz respeito a vendas. Muito se tem falando, nos vários jornais desportivos e noutros sítios de comunicação social, que a equipa azul e branca tem gastado e muito. O "Jornal de Notícias", na sua edição de hoje, dia 21, faz referência a outro ponto de vista, anulando quaisquer críticas no investimento portista. A mesma fonte refere que o FC Porto já encaixou 84 milhões de euros só em vendas, tornando este ano o melhor de sempre em vendas, ultrapassando em 200 mil euros o valor obtido em 2004, ano em que o FC Porto se sagrou campeão europeu.

Publicidade
Publicidade

Só com as vendas do brasileiro Danilo (comprado pelo Real Madrid) e Jackson Martínez (comprado pelo Atlético de Madrid), a equipa portista encaixou 66,5 milhões (35 milhões e 31,5 milhões respectivamente). Outro exemplo de sucesso é o de Casemiro e, neste caso, o jogador nem pertencia aos quadros dos azuis e brancos (visto estar apenas emprestado). O brasileiro rendeu 7,5 milhões de euros, porque o Real Madrid exerceu a opção de resgate que ficou acordada antes do empréstimo do jovem jogador brasileiro. A equipa dos dragões estaria interessada na contratação do médio brasileiro e os merengues, para evitarem esse processo, tiveram que indemnizar, visto que o médio entra nas contas do novo treinador Rafa Benítez.

No entanto, a equipa da cidade invicta tem, neste mercado de transferências, investido e muito na contratação de jogadores tendo em vista a conquista do campeonato nacional que foge há dois anos (para o rival Benfica). Até ao momento, a compra mais sonante, no que diz respeito a valores, é a do médio francês Giannelli Imbula. O FC Porto teve de pagar 20 milhões de euros ao Olympique de Marseille para a aquisição da totalidade dos direitos desportivos do jovem médio francês.

Outros exemplos são as contratações do guarda-redes Iker Casillas e do lateral direito Maxi Pereira. Nestes casos, a equipa dos dragões não teve de pagar nada a nenhum clube mas tem o investimento nos seus contractos milionários. Recorde-se que José Mourinho já veio a público criticar o salário auferido por Iker Casillas no Futebol Clube do Porto. Será que irá valer a pena todo este investimento? É a pergunta que só poderá ser respondida no final da próxima época desportiva. #F.C.Porto