Sentiu? Eu senti. Nestes últimos dias, desde que Casillas foi dado como certo no FC Porto, imprensa espanhola e adeptos merengues fizeram questão de ridicularizar ao máximo Portugal e o seu campeonato de futebol, com ofensas no programa "El Chiringuito" e no jornal espanhol "Don Ballon". Desde comentários xenófobos a afirmações sem qualquer cabimento, tudo serviu para aliviar a dor que foi ver partir a maior referência do futebol espanhol para o "pequeno" futebol português. Por breves momentos, todos os portugueses sentiram o que #Cristiano Ronaldo sempre sofreu no #Real Madrid, um grande desprezo e falta de respeito pelo valor e trabalho de todos os portugueses.

Publicidade
Publicidade

Se existia a ideia de que os espanhóis se sentiam superior a nós portugueses, depois deste episódio, guiados ou não pela frustração, este facto foi mais do que comprovado. Quando foi anunciada a vinda de Casillas para o FC Porto, o desprezo por Portugal voltou ao de cima e, em programas de televisão, mas também na imprensa escrita, muitos foram os comentários xenófobos para com Portugal e para com o seu campeonato profissional de futebol.

Cristiano Ronaldo sempre mostrou muita tristeza pela massa adepta do Real Madrid nunca lhe ter dado o devido valor e, facilmente, num mau jogo, ser assobiado e apupado, mesmo que este já seja um dos melhores jogadores da história do clube e o melhor jogador do mundo em título. Aliás, essas reacções do público merengue são a principal razão para que Ronaldo queira sair do Real Madrid e rumar para um lugar que lhe dê o seu devido valor e carinho. Será porque este é um português bem-sucedido a actuar em Espanha?

Eu senti um pouco do que Cristiano Ronaldo tem passado nestes últimos seis anos.

Publicidade

Infelizmente, nem as suas conquistas e feitos no Real Madrid fizeram mudar certas mentalidades de certos espanhóis: ver um português bem-sucedido é algo que os incomoda profundamente. Para estes, Portugal sempre será inferior a Espanha, mesmo que o melhor do mundo seja português e a sua maior referência desportiva na última década tenha preferido viver em Portugal do que em Espanha. Conseguirá Casillas mudar a mentalidade dos seus compatriotas visto que Ronaldo não o conseguiu? Eu espero bem que sim, dar valor a quem merece é um sinal de inteligência.