E se fosse o seu filho a ser humilhado? Continuamos uma pequena reflexão acerca do bullying. Ao contrário de antigamente, a palavra bullying já é conhecida, corre as bocas do mundo e é divulgada nas escolas e nos media. Ainda assim, algo parece não mudar. Apesar dos regulamentos internos escolares definirem o bullying como algo proibido, quando se trata de vítimas de cyberbullying o mesmo não acontece. Em vez de se punirem severamente os culpados (que muitas vezes se escondem atrás de contas falsas) banem-se as redes sociais das escolas. Escusado será dizer que esta solução não é solução nenhuma. Apesar de já ser uma palavra conhecida, continua a ser uma palavra usada e praticada.

Publicidade
Publicidade

Parece não haver como fugir deste problema social. Então o que fazer?

Explicar a uma criança o que é o bullying e porque não o deve praticar quando esta inicia a escola é o primeiro passo para terminar esta epidemia global, mas não é suficiente. É imperativo que o cyberbullying seja legislado por forma a punir os que tão facilmente se escondem atrás de um ecrã. Mas importante que qualquer legislação é absolutamente necessário que parta de cada um de nós não nos juntarmos ao líderes para chegar ao topo da pirâmide. Apesar de esta ser uma ideia completamente utópica (como uma cidade sem homicídios, sem crime, sem lixo...) esta pode estar bem mais ao nosso alcance do que qualquer outra utopia. Enquanto esta utopia não é concretizada, é fulcral que se crie um sistema de apoio gratuito para as vítimas de bullying.

Publicidade

Equipas especializadas na recuperação da auto-estima e o apoio familiar e social para estes casos são a única forma de garantir que as marcas nestas crianças e #Jovens não se tornam uma cicatriz mal curada de um adulto.

Está provado cientificamente que a depressão pode causar sintomas físicos, o que nos leva a pensar: será que além de doenças mentais o bullying poderá criar doenças físicas? E se sim, haverá repercussões no futuro destes jovens?Sem quaisquer estudos que apoiem a minha opinião, tenho a dizer que por pura experiência os adultos mais fortes e com mais capacidade para lidar com o mundo real são os que em algum ponto sofreram de bullying; mas será que é necessário sermos humilhados para podermos ultrapassar as humilhações futuras?

Eu acredito num mundo sem bullying e tu? #Violência #Ensino