No centro histórico de Lagos, no sábado (20 de fevereiro), durante a madrugada, um elemento do sexo masculino, de raça caucasiana e com 33 anos, estrangeiro, agrediu violentamente um agente da PSP. O homem em questão apresentava um comportamento impróprio, insultando as pessoas que encontrava e pontapeando até bancos de jardim. Obviamente que após esses distúrbios foi abordado por um agente da PSP, que lhe pediu para acabar com tal comportamento. O homem, além de desobedecer à ordem do agente, tornou-se ainda mais violento, dando uma cabeçada no #Polícia. Mas o homem não se ficou por aí, e ainda desferiu mais socos na cabeça do agente, bem como cabeçadas.

Publicidade
Publicidade

A detenção desse individuo só foi possível graças à rápida e pronta intervenção de um outro agente da PSP, que o imobilizou a muito custo. Aparentemente tal comportamento do turista era típico de quem estava “sob influência do álcool ou de substâncias ilícitas”, pelo que ficou detido na esquadra de Lagos a aguardar ida ao juiz de instrução criminal.

O agente da PSP agredido foi transportado para o hospital de Lagos e, logo de seguida, transferido para o hospital de Portimão para efectuar exames mais completos, pois apresentava várias lesões na cabeça.

Este caso não é isolado, é só mais um no meio de tantos outros. As agressões aos polícias sucedem-se dia após dia e nada é feito para as parar. Mas as agressões tornam-se mais violentas com o passar do tempo, porquê? Porque os agressores ficam sempre impunes e sentem que podem fazer o que lhes apetece, que nada lhes acontece.

Publicidade

Como tal, continuam a agredir os polícias e são cada vez mais violentos. Se os agressores fossem devidamente condenados e punidos, talvez conseguissem parar esta onda de agressões aos polícias. Até quando estas agressões vão continuar impunes?

Convém relembrar aqui o caso dos polícias que há uns tempos teriam “supostamente” agredido um “jovem turista alemão” e que foram severamente punidos, tendo um ou dois deles sido mesmo afastados da PSP. Agora o que vai acontecer a este turista que agrediu violentamente o agente da PSP? Esperemos que seja punido severamente também...