É preciso conhecer o nosso país, a sua #História, os seus costumes e as suas tradições para que nos orgulhemos de ser portugueses. Não nos podemos esquecer que Portugal é mais do que a crise ou um empréstimo de milhões que "devemos" à Troika. Não é apenas um número. Somos todos um povo. Um povo com tradição, alma e com garra que em tempos ouviu a doce canção do mar e não teve medo de arriscar. Somos Portugal. E está na altura de termos orgulho disso mesmo. A "Vortex Magazine" reuniu alguns dos motivos que nos levam a ter orgulho do país onde nascemos. Deste nosso Portugal "à beira-mar plantado". 

A Língua Portuguesa:

O Português teve a sua origem no galego-português falado no Reino de Galiza e no norte de Portugal.

Publicidade
Publicidade

Foi com a criação do reino de Portugal e com a conquista das terras para sul do território que se deu a expansão da língua. Também não nos podemos esquecer da viagem que a nossa língua fez durante as descobertas portuguesas e como se tornou na língua oficial das colónias do reino de Portugal. 

No total existem aproximadamente 280 milhões de falantes da nossa língua, o que faz do Português a 5ª língua mais usada no mundo. É também a mais falada no hemisfério sul da Terra. 

Os Descobrimentos portugueses:

Tudo começou com a conquista de Ceuta em 1415, demonstrando aos portugueses que estavam prontos para se aventurarem por mares desconhecidos. No que foi uma autêntica odisseia, a Era dos Descobrimentos Portugueses só iria terminar no ano de 1543, época em que o reino de Portugal era um dos mais poderosos do globo.

Publicidade

Foi também graças à garra e coragem dos portugueses que se deram muitos dos avanços da tecnologia, da ciência náutica, cartografia e astronomia nessa época, chegando mesmo a desenvolver os primeiros navios capazes de navegar em segurança e cruzar os oceanos. 

O Cavalo Lusitano:

Este é mais um grande exemplo do legado da nossa história que resistiu até aos tempos de hoje: o Cavalo Puro Sangue Lusitano, o mais antigo cavalo de sela do mundo. Estima-se que é montado e treinado há mais de cinco mil anos. Descendem dos denominados cavalos ibéricos e de um cruzamento com cavalos "Bereber". O cavalo lusitano apresenta então uma aptidão natural para as touradas, equitação clássica e várias outras modalidades como saltar obstáculos. É de salientar que foram estes mesmos cavalos portugueses que foram utilizados na produção do conhecido filme "O Senhor dos Anéis". 

O fado:

É um dos estilos musicais que mais caracterizam Portugal e o seu povo. Aliás, a própria palavra fado vem do latim "fatum", que significa destino. Por norma é cantado pelo fadista e tem como acompanhamento a guitarra clássica portuguesa. Em 2011 o fado, para grande orgulho de todos os seus amantes, foi elevado à categoria de Património Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Publicidade

O fado é caracterizado como a saudade no coração de todos nós. Saudade, aquela palavra que é só nossa. 

O vinho português:

Tal como tudo em Portugal que tem uma longa tradição, também o nosso aclamado vinho tem origem nas várias civilizações que por aqui passaram, como os fenícios, os cartagineses, os gregos, e acima de tudo, os romanos. É de notar que é no nosso país que existe o mais antigo sistema de apelação do mundo, a região demarcada do Douro, onde são produzidos vinhos que são altamente valorizados pelo mundo. É graças à grande quantidade de castas naturais (cerca de 285) que Portugal produz uma grande variedade de vinhos com os mais diversos sabores. #Curiosidades