Na sexta-feira (3), pelas 23h40, num apartamento situado na cidade de Faro, uma mulher de nacionalidade russa, de 46 anos, acabou por alertar as autoridades depois de ter sido impedida de sair de casa pelo próprio marido, aparentemente embriagado. Trata-se de um homem ucraniano, de 37 anos e ex-lutador de boxe. Ao que consta, o marido acusava-a de sair para ir ter com amantes.

Os agentes da PSP, logo depois de chegarem ao apartamento, aperceberam-se imediatamente da existência de sinais de luta ao verem uma jarra e um cinzeiro partidos no chão, dentro da habitação.

A vítima queixou-se prontamente de ter sido agarrada, com extrema violência, no pescoço e no braço, e que o marido não permitia que ela saísse de casa porque afirmava que ela ia ter com amantes.

Publicidade
Publicidade

Ameças à integridade física dos polícias

Segundo a edição de hoje (5) do Correio da Manhã, os agentes da PSP de Faro que foram chamados para a situação de violência doméstica em questão, foram confrontados com a seguinte ameaça: "Passei a minha vida toda a lutar boxe e se vocês se aproximarem vou bater-vos".

Quando os agentes tentavam, de alguma forma, serenar os ânimos, foram confrontados diretamente com as ameaças do individuo ucraniano, que apresentava todos os indícios de se encontrar alcoolizado. Nessa altura, os agentes avançaram para a detenção.

Apesar das ofensas verbais e ameaças aos polícias, o individuo acabou por não oferecer resistência quando foi algemado. Segundo as próprias autoridades, o suspeito não possui antecedentes criminais.

Polícia: Profissão de risco

Sempre que os agentes da PSP (ou militares da GNR) são chamados para uma qualquer ocorrência, muitas vezes desconhecem aquilo que vão encontrar.

Publicidade

Podem encontrar o mais simples ou o mais complexo, podem encontrar um simples desordeiro ou um perigoso assassino, daí que qualquer profissão nas forças de ordem deva ser considerada uma profissão de risco.

Qualquer agente da #Polícia, quando responde a uma ocorrência, nunca sabe se regressa, mas isso jamais o impede de responder e fazer o seu dever! E se regressa, regressa sempre com a consciência tranquila do dever cumprido! #Crime