Bernie Sanders está a ser completamente ignorado pela média e pelos principais membros do partido Democrata. Alguns pedem que ele abandone a corrida e afirmam que é hora de o partido se unir em torno de Hillary Clinton. Mas as pessoas continuam a ser atraídas pela sua mensagem socialista, que inclui saúde gratuita e para todos, tal como o ensino superior. Além disso, tem-se revelado um opositor das várias guerras promovidas pelos Estados Unidos no Médio Oriente e quer uma mais rápida transição para energias renováveis.

Estas suas mensagens já podiam, nesta altura, ter-se esgotado, mas Bernie Sanders está a provar ao mundo que este movimento veio para ficar e que as pessoas têm que perceber que o futuro político terá duas escolhas, esquerda ou direita.

Publicidade
Publicidade

Direita representada por Donald Trump, e esquerda representada por Bernie Sanders. Ambos têm reunido vários milhares de pessoas nos seus comícios, enquanto Hillary Clinton reúne comícios muito mais modestos, com entre mil a 2 mil apoiantes.

Mas aquando da visita de Bernie Sanders a Oakland, na Califórnia, registou-se aquele que poderá ser o comício mais lotado desta campanha. Segundo algumas fontes, 60 mil pessoas compareceram para ouvir a sua mensagem inspiradora. Porém, alguns dados apontam para apenas 20 mil apoiantes, sendo o número oficial de apoiantes de Bernie presentes ainda desconhecido. Este comício gigantesco segue-se a uma fase final de registo para votar muito concorrida; estima-se que este ano tenham-se registado para votar cerca de 800 mil pessoas só na Califórnia, mais de metade com menos de 40 anos, o que favorece altamente Bernie Sanders.

Publicidade

Isto mostra que esta campanha é para durar e pode ser o futuro dos Estados Unidos. No início, era apenas uma nódoa na corrida, mas acabou surpreendendo todos com vitórias em vários estados, alguns onde Hillary tinha ganho em 2008 a Obama. Agora está a uma longa distância de Hillary Clinton, mas continua a mostrar sinais de estar vivo e a Califórnia poderá ser a prova disso. Algumas sondagens apontam uma vitória tranquila de Hillary Clinton, mas outras afirmam que será taco-a-taco. Por isso mesmo, é neste momento impossível prever o que vai acontecer, mas se Sanders continuar a fazer campanha como tem feito até agora, na Califórnia, então pode conseguir algo muito surpreendente.

Esta campanha tem sido construída por surpresas e a verdade é que matematicamente ainda é possível; uma vitória na Califórnia faria talvez mudar a decisão dos superdelegados. Para acrescentar a este bom momento de Bernie Sanders, temos o mau momento de Hillary, que tem aparecido atrás de Trump em algumas sondagens e que tem vitórias em estados tradicionalmente democratas como Nova Jérsia, New Hampshire e Oregon em risco, juntando-se a esses três Virginia, Ohio, Flórida e Pensilvânia, que escolheram Obama nas duas últimas vezes.

Publicidade

Também já houve novos progressos na investigação do FBI a Hillary e já não há dúvidas que Hillary Clinton violou a lei. Tudo isto jogará a favor de Sanders, e se ele conseguir uma surpreendente vitória a 7 de Junho na Califórnia então tudo será possível, mas essa vitória terá que ser por números consideráveis. #Política Internacional #EUA #Eleições Americanas