A comemoração de um aniversário com cerca de 50 pessoas, em plena via pública, no dia 10 de Setembro à noite, na Rinchoa, em Rio de Mouro, Sintra, provocou várias queixas de pessoas que ai moravam. O primeiro alerta dado e que chegou à PSP ocorreu cerca das 21 horas. Numa hora apenas, uma enorme multidão virou-se contra os agentes policiais que foram ao local para dispersar os participantes no aniversário, por se encontrarem exaltados e a fazer muito barulho.

Os agentes em questão foram ameaçados e empurrados. Parte desse ataque aos polícias foi mesmo gravada num vídeo amador, ouvindo-se várias ameaças mesmo depois de os agentes darem ordem de detenção.

Publicidade
Publicidade

"Eu vou é para a minha casa", foi o que um dos homens terá dado como resposta. Por diversas vezes, os dois agentes pediram reforços via rádio. Reforços que acabaram por ser enviados para o local. Uma equipa de intervenção rápida e uma equipa de prevenção e reação imediata da PSP acabaram por ajudar a sanar todas as desordens.

E somente depois de muita resistência os detidos acabaram finalmente por ser levados para a esquadra. Mas ainda antes disso, e devido aos confrontos entre agentes e desordeiros, foi mesmo necessário chamar os bombeiros para assistirem alguns dos intervenientes.

Apesar da situação de que os agentes foram alvo ter sido muito violenta, estes aparentemente não precisaram de assistência médica.

Na edição de 15 de Setembro do Correio da Manhã é revelado que dois homens acabaram por ser detidos e outros três apenas identificados.

Publicidade

Infelizmente, somente um chegou a ir a tribunal, e porque já tinha antecedentes criminais. Mas acabou por ficar em liberdade, mas obviamente sujeito a Termo de Identidade e Residência.

Há uns tempos, também outro agente da PSP foi violentamente agredido na Moita por um grupo de pessoas que provocou desacatos nas festas do Vale da Amoreira. Também gravaram essas cenas de #Violência extrema contra um agente da PSP, que apenas não morreu porque três cidadãos colocaram os próprios corpos em cima do agente inanimado como escudos. Além de violentamente agredido e apedrejado, foi ainda roubado depois de estar já caído e sem consciência.

Até quando vai continuar a violência contra os polícias? #Polícia