Depois do grande jogo frente ao Real Madrid, esperava-se um #Sporting matador, moralizado pelo excelente jogo realizado, embora saindo derrotado com o campeão europeu em título. A deslocação a Vila do Conde seria como um passeio, no qual o Sporting queria desmontar que o jogo de Madrid não foi um acaso do destino, mas sim, um desempenho brilhante frente à equipa de Ronaldo e companhia. O destino estava marcado mas, no estádio dos Arcos, o Rio Ave colocou água na fervura dos ânimos do Sportinguismo..

Publicidade

Publicidade

Tal como todos os sportinguistas, Jorge Jesus não estava à espera desta derrota, muito menos por números tão expressivos. O máximo que o Sporting conseguiu fazer, foi reduzir uma desvantagem de três bolas a zero, resultado final da primeira parte.

Quem tirou proveito do desaire leonino foi o Benfica, que aproveitou para fazer um grande jogo frente ao SC Braga e passar para a liderança da Primeira Liga, a qual lidera com o melhor ataque.

Na próxima jornada, o Sporting recebe o debilitado Estoril-Praia, que começou muito mal o campeonato com um desempenho muito diferente do da época transacta. O Sporting vai tentar vencer e aproveitar para restabelecer a confiança a sua equipa e tranquilizar a sua massa associativa; no entanto, este pode ser um jogo de alto risco, estando em na mente de todos a derrota ao cair do pano em Madrid e a goleada frente ao Rio Ave..

Publicidade

O treinador do Sporting tem agora a missão de restabelecer a confiança nos seus jogadores, tentando esquecer os últimos resultados, algo muito difícil tanto para ele como para a sua equipa técnica. O discurso de Jesus foi sempre muito confiante, chegando a afirmar que o Sporting como a equipa que melhor joga futebol em Portugal, e que ele próprio é o melhor treinador a actuar na Primeira Liga.

A necessidade de mudar o "chip" é urgente, sendo que já na próxima semana irá receber o Légia de Varsóvia para a Liga dos Campeões, um jogo onde só a vitória interessa, pelo enorme grau de dificuldade do seu grupo (tendo como adversários Légia, Real Madrid e Borussia Dortmund). #Primeira Liga Portuguesa