Pedro João Dias, o alegado #homicida de aguiar da beira, que se encontra em fuga há 18 dias, poderá ter sido visto esta quarta-feira (26 de outubro) em Xinzo, na província de Ourense, na Galiza, próximo da fronteira da Galiza, segundo o relato de várias testemunhas. Poderá eventualmente, neste momento, estar já ao volante de uma nova viatura, desta feita num BMW de cor preta.

Ficou claro que a Guardia Civil espanhola irá apurar a veracidade de cada um desses possíveis avistamentos de Pedro Dias, segundo o próprio responsável do Governo Regional de Ourense, Roberto Castro García. E caso os mesmos sejam realmente verdadeiros, serão feitas investigações e operações policiais que irão visar, obviamente, a detenção do homem mais procurado neste momento em Portugal.

Publicidade
Publicidade

O patrulhamento efectuado pela Guardia Civil nas estradas que ligam aquela província da Galiza a Portugal foi mesmo reforçado, por causa do alegado homicida de Aguiar da Beira.

A Guardia Civil vai permanecer alerta e atenta a todo e qualquer indício da presença do fugitivo. Apesar das pistas dadas por várias pessoas sobre possíveis avistamentos de Pedro Dias, não existem no entanto certezas de que se encontre realmente em território espanhol.

No passado dia 18, o jornal espanhol 'La Región' informou que o dono de um bar, em Sandías, garantia que um homem, parecido com Pedro Dias, entrara no seu estabelecimento e pedira uma sandes e uma coca-cola. Porém, quando regressou da cozinha, o cliente havia fugido. Tinha bebido o refrigerante mas saiu mesmo sem pagar. Poderia ter sido a câmara de videovigilância que o afugentou.

Publicidade

Toas as imagens registadas do estabelecimento foram entregues à Guardia Civil.

E um dia depois de alegadamente ele ter entrado dentro de um café em Sandías, um novo eventual avistamento de Pedro Dias foi relatado, mas desta vez num centro comercial dessa mesma localidade. O homem que afirmaram que era parecido com Pedro Dias estava vestido com umas calças de ganga com bolsos na zona dos joelhos, uma camisa de xadrez e um casaco castanho claro.

Todos os avistamentos em questão apareceram após as autoridades espanholas divulgarem amplamente a fotografia de Pedro Dias. Dois dias após o banho de sangue de Aguiar da Beira, no qual assassinou um militar da #GNR e um civil, e deixou feridos mais um militar e uma mulher, também surgiram relatos na imprensa espanhola de que o homicida poderia estar supostamente em Salamanca. Os avistamentos foram investigados, mas considerados inválidos.

O homem mais procurado em Portugal e agora também em Espanha, continua em fuga... #Polícia