Na noite passada vários foram os #assaltos a estabelecimentos comerciais em Braga, Taipas e Vila Verde, especialmente a pastelarias, efectuados por três indivíduos, tendo um deles apenas 15 anos de idade. O alerta terá sido dado às autoridades aproximadamente pelas 06.30 horas de quinta-feira (3 de novembro). As autoridades avistaram entretanto a viatura em Vila Verde e tentaram interceptá-la, mas mais uma vez a ordem de paragem dada por militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) foi desrespeitada.

Entretanto, esses três assaltantes estiveram ainda envolvidos numa fuga automóvel à GNR de Vila Verde, da qual resultou a morte de um deles.

Publicidade
Publicidade

Mas ainda tentaram atropelar um militar durante essa fuga. E foi nesse mesmo momento que o representante da autoridade efectuou um disparo de intimidação para o ar.

Imediatamente começou uma perseguição policial, que duraria aproximadamente três quilómetros, terminando na chamada Ponte Nova, na fronteira entre Vila Verde e Amares, quando a viatura que estava em fuga se despistou. Na viatura que os fugitivos conduziam foram apreendidos alguns produtos furtados, entre os quais raspadinhas.

Os três assaltantes ainda tentaram posteriormente uma fuga apeada, mas o que tinha 15 anos foi de imediato detido pela GNR. O de 24 anos terminou morto por afogamento no rio Homem e apenas o mais velho, com 26 anos, está ainda em fuga, estando em curso mais uma caça ao homem. O corpo do assaltante que morreu afogado foi retirado do rio Homem no início da manhã por uma equipa de mergulhadores e já se encontra na morgue do Hospital de Braga.

Publicidade

A #Polícia Judiciária (PJ) encontra-se agora a investigar o caso, a fim de tentar apurar as responsabilidades.

Mais uma vez, elementos das Forças de Segurança, neste caso um militar da GNR, teve que recorrer ao uso da arma de fogo para intimidar assaltantes que tentavam atropelar um profissional da Guarda.

Começa a ser demasiado frequente vermos as nossas autoridades a serem agredidas, a serem alvos de tentativas de atropelamento e até a serem mortos. Até quando os agressores das Forças de Segurança vão continuar impunes? Gostaria que alguém soubesse responder... #Crime