Foi uma viatura estranha estacionada, desde o meio da manhã, em frente a uma moradia na avenida do Estirão, em Cabanelas, Vila Verde, que chamou a atenção de um cidadão e que o levou a ligar para o Posto da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Prada. A GNR enviou de imediato uma patrulha até à referida casa e foi no exacto momento em que os militares se preparavam para entrar na mesma que se depararam com o grupo de assaltantes já a carregar os materiais para um Renault preto. Preparavam-se para sair da moradia com alfaias agrícolas quando foram surpreendidos pelos militares.

Com a presença das autoridades, os homens rapidamente se colocaram em fuga e, nessa mesma perseguição, tentaram abalroar a viatura da GNR, atirando contra ela uma botija de gás, que provavelmente estaria no interior do carro, e que certamente serviria para fazerem explodir uma qualquer caixa de multibanco.

Publicidade
Publicidade

Os assaltantes fugiram de imediato, rumo à estrada que liga Prado a Cabanelas. Também a patrulha da GNR iniciou logo uma perseguição, pedindo posteriormente reforço ao posto. Os assaltantes conseguiram escapar, mas acabaram por ser detidos após uma perseguição policial que terminou quando os fugitivos embateram contra o muro de uma habitação. Depois de aproximadamente de 25 minutos em fuga, o carro dos assaltantes acabou por despistar-se na freguesia da Lage, em Vila Verde

Dois dos assaltantes tentaram ainda fugir a pé, mas acabaram capturados pelas autoridades. A detenção ocorreu um pouco antes do meio-dia.

Dois deles tinham 19 anos e o terceiro tinha 37 anos. São todos residentes em Cabanelas e encontram-se desempregados. Serão presentes ao juiz do Tribunal de Vila Verde.

Mais uma vez, uma viatura policial foi abalroada com propósito de atingirem os militares da GNR que iam no seu interior.

Publicidade

Novamente estes profissionais da Guarda cumpriram o seu dever, mesmo com a sua segurança em risco. Estes homens, que um dia juraram sob a bandeira portuguesa proteger e defender os cidadãos, mesmo que com o sacrifício da própria vida, arriscaram a vida para deterem estes assaltantes. Será que valeu a pena e que os assaltantes em questão serão devidamente punidos e condenados? Fica a questão... #assaltos #Crime #Polícia