Foi durante a tarde deste domingo (26 de Fevereiro) que, numa zona pouco habitada, num monte em Santa Maria de Avioso, na Maia, foi encontrado um cadáver. Tudo indica que o corpo pertenceria a um homem de 43 anos de idade, aproximadamente. Terá sido encontrado por familiares (mãe e irmã) no interior da própria casa, com sinais evidentes de ter sido agredido. Terá ainda sido encontrado sangue no chão e nas paredes da casa.

Segundo notícia avançada pelo Jornal de Notícias, o homem encontrado sem vida tinha residência numa pequena casa num local isolado perto da rua central de Cidadelha. Pelo que parece, não tinha vizinhos por perto e era rodeado por eucaliptos.

Publicidade
Publicidade

Estar assim tão isolado provavelmente também o poderá ter impedido de pedir ajuda, se tivesse tido essa oportunidade.

Posteriormente foi alertada a Guarda Nacional Republicana (GNR) da Maia, que prontamente enviou para o local uma patrulha. E por existirem fortes suspeitas de ter sido um homicídio, a Polícia Judiciária (PJ) do Porto foi também alertada e já se encontra no terreno a investigar para o apuramento de todos os factos e responsabilidades.

Apesar de existirem suspeitas de um #Crime, a possibilidade de o homem ter sofrido uma queda acidental e posteriormente ter batido com a cabeça, causando depois a #Morte, também não poderá também ser descartada. No entanto, as circunstâncias desta estranha morte ainda não foram completamente esclarecidas e aguardam-se mais desenvolvimentos nas próximas horas.

Publicidade

Esperemos então pelo decurso de todas as investigações para ficarmos a saber se terá existido mesmo crime ou não. E caso se tenha tratado mesmo de um homicídio, que o responsável seja devidamente julgado, punido e condenado. Para que assim justiça seja feita. Pois o lugar mais acertado e adequado para os criminosos, e especialmente dos homicidas, é mesmo atrás das grades, numa cadeia privados de liberdade. Quem mata e tira a vida a uma pessoa não merece qualquer contemplação e nem perdão. A justiça tem mesmo que ser implacável com os homicidas. #agressão