Mais um agente da Policia de Segurança Pública (PSP) foi alvo de agressões durante o cumprimento do dever. Desta feita, a vítima foi um agente da Esquadra da PSP do Laranjeiro. O agente agredido, de 40 anos, encontrava-se a fazer mais um gratificado numa loja do Pingo Doce na Cova da Piedade desde as 17h30 da quarta feira passada (19 de Abril).

A agressão ao agente da PSP

Meia hora depois do agente entrar em serviço, um jovem com 21 anos entrou nessa mesma loja e começou a realizar furtos. De imediato, o agente da PSP tentou parar o assaltante. Porém, o indivíduo tornou-se violento e agrediu o policia com dois murros na cabeça.

Publicidade
Publicidade

Mesmo depois de ser agredido e ter ficado ferido, o agente da esquadra do Laranjeiro ainda conseguiu chamar reforços, conforme poderemos ver na edição desta sexta-feira (21 de Abril) do Correio da Manhã.

A detenção do assaltante

E foi somente quando chegaram os reforços pedidos que o assaltante foi algemado, tendo em seguida sido levado para a esquadra. Aguarda agora a ida ao juiz para primeiro interrogatório judicial e para tomar conhecimento da medida de coação que lhe vai ser aplicada.

Devido a violência das agressões que sofreu, o agente da PSP necessitou mesmo de ser conduzido ao Hospital Garcia da Orta, para receber tratamento hospitalar.

E as agressões aos profissionais de polícia continuam

E as agressões aos profissionais das Forças de Segurança continuam, e mantêm-se sem fim à vista.

Publicidade

As agressões aos polícias acontecem nomeadamente durante buscas, operações de trânsito e em situações de violência doméstica, levando várias vezes os agentes da autoridade a necessitarem de receber assistência hospitalar.

Agressores dos policias continuam a ficar impunes

No entanto, as pessoas têm noção que a própria lei é bastante permissiva e que não existe mesmo respeito algum pelas autoridades. Isso comprova-se quando alguém agride um #Polícia; fica apenas com termo de identidade e residência e, dessa forma, os agressores ainda gozam e reincidem muito mais, pois sentem-se impunes.

A realidade dos polícias na actualidade

Na triste realidade que vivemos actualmente, os criminosos já não receiam nem fogem da Polícia. Pura e simplesmente atacam, e cada vez com mais violência. Um polícia protege e defende todos aqueles que se encontram em perigo, mesmo que para conseguir isso tenha que ser com o sacrifício da própria vida. São eles que dão o peito às balas e enfrentam a morte de frente todos os dias, sempre que começam mais um turno de serviço. E em cada turno de serviço que começam, eles sabem que estão bem e com vida, mas desconhecem se assim permanecem quando o terminarem. #assaltos #criminalidade