Agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) continuam a ser baleados no cumprimento do dever. Nesta sexta-feira (16 de Junho), aproximadamente pelas 15h50, mais um agente foi baleado. Um tiro de caçadeira foi disparado contra ele de um prédio no Bairro do Esteval, no Montijo. O agente pertence à esquadra da Baixa da Banheira e tem 26 anos.

O polícia, apesar de se encontrar de folga, estava naquele bairro para tentar encontrar os autores do furto de um motociclo na altura em que acabou baleado, conforme a TVI24 já avançou num dos seus últimos boletins de informação desta sexta-feira. O agente da PSP em questão estava com mais elementos da polícia, nomeadamente agentes da investigação criminal.

Publicidade
Publicidade

O agente baleado, apesar de assistido logo no local, precisou mesmo de ser transportado para o hospital do Barreiro, para receber assistência hospitalar. Apesar de ter sido alvejado com estilhaços dos cartuchos de caçadeira na cara, no peito e nos ombros, o seu estado não é grave, o que significa que recuperará bem. Os autores dos disparos ainda não são conhecidos, no entanto foram já detidas duas pessoas consideradas suspeitas do furto do motociclo que o agente ferido procurava naquela zona. Os suspeitos são dois indivíduos de raça caucasiana, com 48 e 21 anos, sendo eles pai e filho.

Uma vez que houve o disparo de uma arma de fogo contra uma pessoa, o caso já está nas mãos da Polícia Judiciária (PJ). Os inspectores da PJ já se encontram no terreno para recolher pistas e vestígios que lhes permitam apurar todos os factos e responsabilidades.

Publicidade

A casa de onde terá sido disparado o tiro contra o agente, que aparentemente pertence aos dois suspeitos que foram detidos, já foi vistoriada, e a arma do crime terá sido procurada.

Os indivíduos suspeitos de terem efectuado o disparo terão fugido num carro vermelho. Foram pouco tempo depois capturados pela polícia na zona da Moita, estando agora detidos na esquadra da PSP do Montijo, a aguardar a ida à presença de um juiz para um primeiro interrogatório judicial e para ficarem a saber as respectivas medidas de coação aplicadas.

É importante aqui salientar que o Bairro do Esteval é um bairro que está referenciado pelas autoridades.

E também mais uma vez se pode relembrar o quão perigosa e arriscada é a profissão de um agente da polícia, quer quando está de serviço, quer quando está de folga. Mas será que ainda existam dúvidas que ser polícia é na realidade ter uma profissão de risco?? #policias baleados #agenteda psp #Justiça