Atestar o seu automóvel vai ser mais barato já no próximo ano. A corretora Golden Broker estima que a poupança chegue aos 16%. Segundo a mesma fonte, o preço do gasóleo será de aproximadamente 1,10€ por litro. O barril de petróleo desceu abaixo dos 60 dólares, o que não acontecia há 5 anos. Portugal não vai comprar menos quantidade, mas o preço das importações vai baixar, trazendo vantagem para os consumidores. A descida de preços prende-se com uma crescente oferta mundial deste recurso, resultante de uma decisão dos Ministros da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), que prevê a não redução do nível de produção conjunta. O preço dos combustíveis praticado em Portugal tem tido um impacto também no uso do automóvel e um peso significativo na hora de comprar carro novo. Resultado disso, são os números da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), que mostram que só este ano, até Março, a queda de vendas de veículos novos desceu 51% em relação ao mês homólogo.

Apesar das várias ofertas mais ecológicas, Portugal continua a preferir combustíveis como gasóleo e gasolina. Segundo a Agência Europeia do Ambiente, em cada 4 carros, 3 são movidos a gasóleo, o que coloca o País em terceiro lugar da Europa. No nosso país, 73% dos veículos utilizam o diesel, 26% a gasolina e apenas 1% utilizam outras formas de combustível, como por exemplo o GPL. Segundo a agência, "dos cerca de 105.324 carros vendidos em 2013 em Portugal, apenas 166 são eléctricos, 41 são híbridos, 16 usam biometano e um, etanol".

Ainda este ano, a DECO levou a cabo uma acção para reduzir os preços ao realizar uma negociação colectiva de combustíveis, que decorreu no final do mês de Outubro. Apesar dos preços praticados até aqui, e em comparação com outros Países da Europa, Portugal foi um dos países onde os combustíveis mais desceram em 2014. O ano passado, na mesma altura do ano, o preço médio do gasóleo era de 1,30€ por litro. O preço ronda agora os 1,17€, prevendo-se que desça ainda mais no próximo ano. #AnoNovo2016