O ministro da economia classificou este ano como "o melhor ano turístico de sempre". Isto porque o #Turismo voltou a bater recordes, com crescimento acima dos 10% - melhor do que a média mundial, europeia e da Europa Mediterrânea. Isto reflecte-se de forma directa na economia do nosso país, onde 30% dos novos postos de trabalho criados em 2014 se devem a este sector. As perspectivas do ministro da economia, Pires de Lima, são de que Portugal atinja os 16 milhões de visitantes este ano.

Em termos de cidades, continua a ser Lisboa o destino mais visitado no nosso país. Algarve e Madeira são as regiões escolhidas por quem procura um clima agradável a bons preços, enquanto Norte e Centro estão em crescimento.

Publicidade
Publicidade

Até dia 30 de Setembro tinham passado por Portugal 7,5 milhões de estrangeiros. A manter-se o crescimento registado o ano passado, espera-se que, pela primeira vez, o número de turistas ultrapasse o número de habitantes no país.

Em apenas nove meses, o número de turistas em Portugal foi superior ao total anual registado em 2011 e muito próximo do total de 2012. Em 2013, durante o mês de Agosto passaram por Portugal mais de um milhão de turistas. Em 2014, foram quatro os meses em que se registou mais de um milhão de turistas internacionais em Portugal (Abril, Maio, Julho e Setembro). Ainda falta contabilizar o último trimestre do ano, mas as previsões são bastante positivas.

Este crescimento reflecte-se directamente na economia do país. Segundo o secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Marques, os turistas gastam em Portugal mais de um milhão de euros por hora, o que se acaba por traduzir em uma injecção na nossa economia de mais de 28 milhões de euros por dia.

Publicidade

Quase um terço dos postos de emprego criados este ano estão relacionados com o sector do turismo. Este aumento do sector deve-se sobretudo ao sector privado, que já foi destacado pela Organização Mundial de Turismo a qual já deu os parabéns ao país pelos resultados, sublinhando que todos os países que apresentam resultados superiores são países com economias maiores do que a nossa.