Inspirando-se na alheira, a célebre iguaria nacional, um casal de Mogadouro (a enfermeira Eulália Dias, 47 anos, e o engenheiro José Lopes, 48 anos), decidiu criar a Chocalheira. Esta nova invenção gastronómica, que tem prazo de 3 meses, inclui vários ingredientes, dos quais se destacam o chocolate preto, o pão de trigo, o mel, o alho, a amêndoa, o azeite, a canela e a noz-moscada. Embora não integre carne, a Chocalheira é assim designada por se basear na verdadeira Alheira.

As pessoas que já provaram estão satisfeitas com o sabor. Este produto foi elaborado, também a pensar nas pessoas vegetarianas. A "chocalheira" pode ser consumida de variadas formas, acompanhada por frutas, ou por bebidas alcoólicas (como o Vinho do Porto).

Publicidade
Publicidade

Tendo em conta que o projeto é muito recente, e que como tal se encontra numa fase prematura de afirmação, os autores desta ideia pretendem apostar anualmente em 5 mil quilos. Mais tarde desejam atingir números maiores. No futuro, também querem desenvolver outros produtos.

A chocalheira já foi vendida em diversas feiras gastronómicas e começa a ser introduzida em estabelecimentos comerciais e serviços de restauração. Foi nas Feiras do Fumeiro de Vinhais e da Caça de Macedo de Cavaleiros, que se fizeram os primeiros grandes testes de venda desta inovadora iguaria.

Os produtores, que também comercializam outros produtos, estão a vender estas originais alheiras, que devem ser consumidas em pedaços, tendo o custo de 15 euros o quilo. Atualmente, a chocalheira já está à venda na superfície Com Tradição, em Mogadouro.

Publicidade

É também possível fazer reservas através do email novosabormogadouro@gmail.com.

Até ao momento não se conseguiram obter apoios financeiros, mas não parece ser problema para os criadores. Se for necessário, estão dispostos a entrar com dinheiro pessoal.

História da Alheira

Embora não exista qualquer certeza relativamente à sua origem, crê-se que a alheira tenha surgido na época da inquisição. Como forma de manter em segredo a sua verdadeira religião, os judeus que se tinham convertido ao cristianismo criaram um enchido que não continha porco (mas sim peru, galinha, entre outros tipos de carne). A diferença no sabor não se notava.

A mais famosa das alheiras está associada a Mirandela, em Trás-os-Montes. Em 2011, em Santarém, foi considerada uma das 7 Maravilhas da Gastronomia de Portugal. Em 1996, com a aprovação da União Europeia e do Governo Português, este petisco foi reconhecido como Especialidade Tradicional Garantida, um título que atribui um certo produto a uma localidade, ou a um país. #Negócios #Culinária