O projecto de arquitectura do edifício do Parque Tecnológico de Óbidos (PTO), de autoria de Jorge Mealha, está nomeado como finalista para os dois mais cobiçados prémios Architizer A+, que serão atribuídos a 13 de Maio em Nova Iorque. Os prémios Architizer A+ reúnem 205 finalistas de uma centena de países, tendo a organização considerado que o projecto português traduz verdadeiramente o melhor da arquitectura mundial. O PTO está nomeado para os dois prémios mais cobiçados: o Prémio do Júri e o Prémio para a Escolha do Público.

Esta é a segunda vez que os edifícios daquele parque tecnológico foram nomeados para prémios internacionais, uma vez que em Novembro do ano passado esteve entre os melhores do European Union Prize for Contemporany Architecture - Mies Van Der Rohe Award 2015.

Publicidade
Publicidade

Um galardão atribuído de dois em dois anos que premeia a produção arquitectónica de qualidade na Europa.

O Parque Tecnológico de Óbidos resultou de uma parceria entre o município, a Universidade de Coimbra, a Universidade Técnica de Lisboa e o Instituto Politécnico de Leiria e a Escola Técnica de Imagem e Comunicação (ETIC), para além de vários associados. Dispõe de uma estrutura particularmente direccionada para as indústrias criativas, o que o diferencia dos seus congéneres. É reconhecido, também, pelo seu posicionamento no eixo compreendido entre Lisboa, Santarém e Coimbra.

As empresas que se queiram instalar naquele empreendimento empresarial terão ao seu dispor, para além do respectivo espaço, um conjunto de vários serviços de apoio como ligação à Internet, utilização de sala de reuniões, energia eléctrica, serviços administrativos, para além de segurança e estacionamento, copas, e material de comunicação, como contactos na imprensa, divulgação no portal do parque na Internet, newsletter e redes sociais.

Publicidade

O complexo disponibiliza, ainda, uma plataforma de trabalho destinada à cooperação dos utilizadores, através da partilha de espaço, tecnologias e ferramentas. "O espaço foi pensado para criar um ambiente propício ao processo criativo e produtivo, com uma área de produção, uma área de brainstorming e uma área de interação (comunicações e reuniões)", refere a entidade promotora, a OBITEC. #Inovação