A iniciativa foi criada pela Associação Gap Year Portugal (AGYP) e conta agora com a TAP e a Fundação Lapa de Lobo de forma a reunir 5000 euros para oferecer a jovens até aos 25 anos, para viajar. A ideia principal é promover o conceito de "Gap Year", um ano em que os jovens fazem um ano de "intervalo" e viajam para conhecer novas culturas. Este costuma ser também conhecido como um ano de introspeção e preparação para o futuro.

O "Gap Year", sem uma tradução concreta para português, pode ser feito em qualquer altura da vida mas é conhecido principalmente entre os jovens. Neste caso, este será um período que separa a fase de entrada na idade adulta e o abandono da adolescência.

Publicidade
Publicidade

Costuma ser realizado, com mais frequência, após a conclusão do ensino secundário e antes da entrada no ensino superior. Esta viagem pode incluir atividades de voluntariado, trabalhar num outro país ou apenas passear e descansar. Cada gapper, nome dado a quem faz esta pausa no seu quotidiano, pode escolher como vivenciar esta experiência.

No que respeita a este concurso, as viagens de ida e regresso ficam a cargo da TAP. As candidaturas podem ser efetuadas individualmente ou em pares. Para além do critério idade (até aos 25 anos), os concorrentes devem ter concluído o ensino secundário ou superior até à data do anúncio dos vencedores ou no ano letivo anterior. Os participantes têm de ser detentores de nacionalidade portuguesa ou, no caso de outras nacionalidades, necessitam de ter frequentado o mínimo de um ano letivo completo em Portugal.

Publicidade

O último critério de aceitação será a ausência de antecedentes criminais.

No caso de participação coletiva, ambos os concorrentes terão oferta de viagem de ida e volta e o valor recebido será de até 6500 euros. Os custos considerados legíveis são, segundo o regulamento do concurso, despesas relativas à obtenção de vistos e passaportes; seguro de viagem; despesas de saúde, educação, alojamento, alimentação e entradas em "locais de interesse turístico".

Para a avaliação dos concorrentes serão usados critérios como a média final do ensino secundário ou superior (dependendo da situação em que se encontrarem os participantes), a experiência curricular e profissional, o projeto elaborado para a divulgação dos acontecimentos do "Gap Year" e o impacto que será esperado destas mesmas atividades. É preciso um roteiro e um orçamento realista para todo o percurso. Os primeiros classificados serão entrevistados e o anúncio do vencedor ou vencedores será feito no dia 15 de agosto de 2015. A AGYP será a responsável pela divulgação dos resultados, através da sua página de facebook.