De acordo com a revista Sábado desta última quinta-feira, dia 26 de março, o cão pertencente ao Juiz #Carlos Alexandre foi envenenado. Este juiz é no momento o mais famoso e mediático em Portugal, não só pelos processos que tem em mãos, mas pela forma como o conduz. A situação que envolveu o seu cão aconteceu há já algumas semanas, mas o cão de seu nome Bart resistiu ainda alguns dias, em agonia e acabou por falecer esta semana. O que está na origem do falecimento do cão foi um possível envenenamento.

O Cão de seu nome Bart, ao que tudo indica, foi envenenado com remédio para ratos. O destino do animal acabou por ser a morte, semanas depois de ter ingerido o veneno, que segundo se suspeita estaria misturado em comida atirada para o quintal da casa do magistrado.

Publicidade
Publicidade

O cão foi uma oferta do procurador João de Melo ao Juiz de instrução Criminal Carlos Alexandre. A situação está a ser averiguada pela polícia, que se encontra envolvida na segurança do magistrado. Tudo no sentido de se perceber se este ato constitui ou não uma ameaça indireta.

O juiz, considerado por muitos como o "super-juiz", ordenou em dezembro de 2014 a prisão preventiva do ex-primeiro-ministro José Sócrates. E por essa altura a PSP equacionou reforçar as medidas de segurança, não só para o Juiz Carlos Alexandre mas extensível aos seus familiares diretos. Nos últimos 10 anos foi vítima de várias ameaças. A sua casa foi já invadida e nessa data o juiz encontrou uma arma em cima da foto da sua família. Por todas estas razões, o magistrado chegou a temer pela sua segurança e a da sua família.

Publicidade

Segundo noticiou a revista Sábado a esposa do Juiz, Felisbela, foi também ela já uma vítima, pois foi já alvo de atropelamento, nas imediações do seu emprego.

Em 2005 surgiram as primeiras ameaças ao magistrado, que obrigaram a segurança pessoal permanente por parte da PSP. Apesar deste Juiz continuar envolvido em diversos processos complexos, os riscos à sua segurança com o passar do tempo foram diminuindo e este deixou de ter segurança feita pela PSP. Mas em Março de 2014, passou novamente a ter segurança a pedido do próprio, pois o mesmo receava pela sua segurança. #Animais #Justiça