As paisagens portuguesas continuam a dar cartas no estrangeiro, e desta feita foi o rio Douro a constar da lista do The Telegraph entre os 14 rios mais bonitos do mundo. A lista foi recentemente publicada na plataforma online do jornal britânico, que salienta a beleza do rio Douro, bem como a capacidade de manter a sua cultura e estética mais tradicional. O rio ibérico surge no sétimo lugar da lista do The Telegraph logo atrás do asiático Mekong. O Douro é um dos cinco rios europeus presentes na lista, estando acompanhado pelo Reno, pelo Spree, pelo Nerevta e pelo Danúbio. O Kenai, no Alaska, o Yangtze, na China, e o Nilo, no Egipto, também marcam presença na lista do The Telegraph.


De acordo com a publicação, o rio português transporta os visitantes até outros tempos. São as cidades que o rodeiam as protagonistas desta verdadeira viagem no tempo, com casas brancas com os tradicionais azulejos pintados à mão e as tapeçarias antigas. Transportam-nos aos tempos em que o número de habitantes e produtores de vinho da região era praticamente idêntico. Os sulcos da vinha que cobrem as encostas do rio Douro, bem como a sua luminosidade são características que têm sido admiradas cada vez mais pelos turistas, apesar de ainda ser um destino de certa forma desconhecido. Aliás num outro artigo do The Telegraph, o jornal identifica as 13 razões pelas quais o rio Douro é um dos mais subestimados do mundo.


Ao longo do seu curso em Portugal, o Rio Douro atravessa três regiões consideradas Património Mundial pela UNESCO. São elas a região demarcada dos Vinhos do Porto, a mais antiga região demarcada de produção de vinhos do mundo, as pinturas rupestres de Foz Côa e, já bem perto do mar, a zona da Ribeira na cidade do Porto. Com uma oferta turística cada vez maior, o Douro tem sido amplamente explorado pela empresa Douro Azul, com os cruzeiros pelo vale do Douro. Para as carteiras menos abastadas, uma viagem pelo comboio do Douro até ao Pinhão não deixa de encantar. As paisagens de cortar a respiração com a luz dourada que lhe é tão característica deixa turistas apaixonados e com vontade de regressar.
#Natureza #Turismo