A segunda edição do U-Multirank indicou que 6 das melhores universidades do mundo são portuguesas. Este ano, as faculdades de Aveiro, Coimbra, Lisboa, Minho, Nova de Lisboa e Porto foram aquelas que se destacaram. Esta foi a segunda edição do estudo e contou com a participação de mais de 1200 instituições de 85 países.

Este estudo da U-Multirank é uma nova classificação mundial que contempla vários aspectos ligados ao ensino superior. O estudo está dividido em 31 indicadores e agrupado em 5 áreas mais abrangentes, entre elas: ensino/aprendizagem, investigação, transferência de conhecimento, orientação para internacionalização e envolvimento regional.

Publicidade
Publicidade

É de salientar que, segundo este mesmo estudo, as seis universidades nacionais têm falhas na área que diz respeito à transferência de conhecimento e no ensino e aprendizagem. Contudo, somos igualmente destacados pela positiva no campo da investigação.

Este estudo analisa também o desempenho de cada um dos 31 indicadores e apurou as cinco melhores classificadas em cada um deles, sendo que três universidades portuguesas estão destacadas. Entre elas encontra-se a Universidade Fernando Pessoa, que se destacou no indicador das publicações interdisciplinares (indicador inserido na área da investigação), o Politécnico de Lisboa e o Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, que se destacaram na área das publicações conjuntas regionais (categoria inserida no indicador correspondente à área do envolvimento regional).

Publicidade

Este foi o maior estudo feito relativo às instituições de ensino superior de todo o mundo, que, por estar nos primeiros anos de funcionamento, contou com o apoio financeiro da União Europeia. Porém, o estudo tende a ser completamente independente. Quanto ao balanço do mesmo, os organizadores garantem que cada instituição pode apostar em especializações diferentes, até porque a intenção não é só fazer um ranking e ter universidades que preenchem requisitos só para participar. A intenção deste projecto é criar uma maior transparência entre o sistema socioeconómico existente nas várias instituições para que a interacção entre todos os intervenientes possa ser o mais transparente possível. #Educação