Estações quase vazias e poucos comboios em circulação, este foi o cenário de domingo de Páscoa, dia de greve dos trabalhadores da CP. Em Santa Apolónia as chegadas e as partidas indicam que a grande maioria das viagens foi suprimida. De entre as viagens realizadas, quase todas são de longo curso. A administração da CP disse que das oitocentas e vinte oito viagens previstas para o dia de Páscoa, cerca de 90% não se realizaram.

Os sindicatos confirmam os elevados número de adesão à greve e justificam estes números como um sinal claro de que os trabalhadores já ultrapassaram o limite contra esta ofensiva no corte dos seus salários, contra aquilo que o governo está a fazer em todo o setor, nomeadamente com as empresas que estão ligadas atualmente à CP, como a CP carga e a Emef, tendo já sido anunciadas as suas privatizações, e contra a degradação das relações laborais que se têm vindo a fazer sentir.

Publicidade
Publicidade

A Federação dos transportes e telecomunicações mantem há um ano greves nos dias de feriado e horas extraordinárias para exigir a negociação do acordo da empresa. Os sindicatos dos ferroviários exigem, ainda, à CP o pagamento de uma dívida a mais de dois mil trabalhadores que ronda os trinta e três milhões de euros. Esta dívida já vem desde 1996, em que, durante estes anos, a empresa não pagou os subsídios aos trabalhadores.

Por sua vez, a Fectrans diz que a CP aceita pagar esta dívida mas por um valor mais baixo e a seu tempo. Contudo, o sindicato dos trabalhadores defende que a mesma deverá ser paga com a maior brevidade possível e alega que os trabalhadores já esperaram tempo em demasia pela quantia que lhes é devida. O representante dos trabalhadores revela que no conjunto dos mesmos o valor que a CP se disponibilizou a pagar ronda os vinte e dois milhões, o que representa muito menos do que 50% da quantia em dívida.

Publicidade

A administração da empresa não comenta a existência desta dívida aos trabalhadores da CP. Amanhã será cumprido mais um dia de greve e a supressão dos comboios poderá chegar aos 90%.