Dados oficiais revelados à Agência Lusa não deixam margem para dúvidas. Os utentes da CP que neste dia de Páscoa, 5 de Abril, quiseram viajar de comboio tiveram uma missão praticamente impossível. É que das 310 viagens de comboio, previstas até à hora de almoço, apenas se concretizaram 31, tendo sido anuladas 278. Ao longo de todo o dia estão previstos circularem cerca de 828 comboios, no entanto, fonte da CP afirmou à Lusa, que a maioria das viagens não se irá concretizar: "Hoje está a ser um dia complicado, com a greve a ter um impacto bastante grave ao nível das circulações, sobretudo, dos comboios regionais e urbanos". Em Santa Apolónia, por exemplo, a circulação de comboios é praticamente inexistente, para desespero de muitos.

Publicidade
Publicidade

No dia de hoje prevê-se que apenas circulará dez por cento dos comboios previstos, à semelhança do que aconteceu nos dias anteriores onde foram canceladas cerca de 80 por cento das viagens. Para alguns utentes esta paralisação causou grande transtorno, principalmente por se realizar nesta época do ano. Nas estações de caminho-de-ferro foram muitos os que ao longo da manhã esperaram pelo comboio para se juntarem às suas famílias, mas sem sucesso. Os meios de transporte alternativos, como o metro e a carris, foram a opção na Grande Lisboa. Esta é uma greve que já se prolonga há alguns dias, pois desde quinta-feira que se registam anomalias na circulação ferroviária de todo o país.

Para amanhã, dia 6 de Abril, está prevista uma nova greve de revisores, sendo por isso suprimidas várias viagens.

Publicidade

Fonte oficial da CP, em declarações à Lusa, relembrou que "amanhã o impacto vai ser semelhante ao de quinta-feira e de sexta-feira. Prevemos um dia com muito poucas circulações". Por isso, para amanhã prevê-se um aumento do trânsito, uma vez que é o regresso ao trabalho de muitos, após umas mini-férias. A paralisação no domingo de Páscoa foi convocada pela Federação do Sindicato dos Transportes e Comunicações, fazendo parte de um conjunto de greves que têm decorrido aos dias de feriado e horas extraordinárias.