Uma mulher queria terminar a relação mas o seu companheiro não aceitou a sua vontade e a história teve esta manhã, 15 de Abril,  um fim trágico em Pinhão, concelho de Alijó, em Vila Real. Por volta das 07h, o suspeito dirigiu-se à pastelaria onde trabalhava a namorada e decide disparar contra ela, cego pela raiva que a rejeição dela lhe causou. Mas o #Crime viria a tomar novos contornos.

No local encontrava-se outra jovem, para além da sua namorada, e as duas raparigas, uma de 21 anos e outra de 23, que trabalhavam na pastelaria em Pinhão, foram baleadas no seu local de trabalho durante a manhã desta quarta-feira. Inicialmente foi avançado que as duas tinham tido morte imediata, mas a TVI já noticiou que apenas uma das vítimas, a colega da namorada do suspeito, faleceu no local.

Publicidade
Publicidade

Já a rapariga que mantinha uma relação com o criminoso está em estado considerado muito grave e a receber cuidados médicos.

Quando a GNR chegou ao local do crime, pôde verificar que uma das vítimas ainda estava viva e foi aí que a transferiram de imediato para o hospital. A sobrevivência da jovem ainda não está garantida, pois a mesma apresenta muitas lesões graves, e terá sido já transferida do Hospital de Vila Real, para onde foi inicialmente transportada, para os cuidados de neurocirurgia do Hospital de Santo António, no Porto.

Fontes avançam que no momento em que aconteceram os disparos, estariam mais seis funcionários já a trabalhar na pastelaria. O suspeito que cometeu este crime fugiu do local num carro BMW branco, mas cerca de uma hora e meia depois entregou-se às autoridades da PSP de Vila Real.

Publicidade

À agência Lusa, o tenente-coronel João Morgado, do comando da GNR de Vila Real, adiantou que as autoridades ainda estão a tentar perceber o que levou o suspeito a cometer este crime. Mas  tudo indica que este terá ocorrido na sequência de um pedido de fim de namoro entre a funcionária da pastelaria e o suspeito.

Este ano, já foram assassinadas cerca de 9 mulheres por crimes de violência doméstica.