A CP e a Rede Ferroviária Nacional (REFER) estabeleceram uma parceria com a Google para a empresa norte-americana filmar várias linhas ferroviárias nacionais. As imagens de 360º, que começaram a ser captadas na quinta-feira, dia 23, vão estar disponíveis dentro de 3 meses nas plataformas #Google Maps e Google Earth.

As linhas do Douro, Cascais, Norte, Oeste e Sintra foram as escolhidas para integrarem esta parceria que vai dar uma nova visão sobre o que é viajar de comboio em Portugal e sobre as paisagens por onde passam os caminhos-de-ferro nacionais. Estas imagens podem tornar-se num importante meio de promoção turística, já que as mesmas vão ficar disponíveis para os internautas a nível mundial nas conhecidas aplicações da gigante tecnológica Google.

Publicidade
Publicidade

As imagens vão permitir acompanhar toda a viagem do comboio no lugar do maquinista e colocar-se na sua pele enquanto percorre as linhas férreas portuguesas com as suas curvas, contracurvas, os túneis e as paragens em algumas das mais bonitas estações ferroviárias espalhadas pelo país, das mais tradicionais às mais modernas.

Filipa Ribeiro, Diretora de Marketing da CP, explica que esta iniciativa, em colaboração com a Google, envolve uma grande complexidade ao nível operacional, que necessitou da cooperação de outras empresas do sector dos transportes. As filmagens estão a ser feitas com câmaras de alta resolução que estão fixas a um vagão que é empurrado por uma locomotiva da CP ao longo de toda a linha. No entanto, para que a imagem seja de elevada qualidade, esse comboio não pode mover-se a uma velocidade superior a 30km/h, o que provoca transtornos nas habituais operações diárias da empresa.

Publicidade

Por questões relacionadas com a privacidade, as imagens serão posteriormente tratadas pela Google de forma a eliminar rostos e matrículas de carros que tenham sido captados em vídeo. A responsável de marketing da CP refere ainda que esta iniciativa vai permitir mostrar as paisagens magníficas por onde passam as linhas dos caminhos-de-ferro portugueses e que o investimento efectuado não é significativo para o retorno esperado. Depois dos caminhos-de-ferro dos Alpes Suíços, Portugal será o segundo país em que a Google vai filmar o percurso das linhas ferroviárias. #Turismo