Neste domingo, dia 17 de maio, o Benfica tornou-se oficialmente campeão após o empate frente ao Vitória de Guimarães. Como sempre acontece neste tipo de eventos, o entusiasmo acaba muitas vezes por levar ao descontrolo. Um homem, acompanhado do seu filho e de mais duas pessoas (um adulto e outro menor, presume-se que familiares) estando numa conversa, certamente menos agradável com o agente da autoridade, mas, aparentemente, controlada, é subitamente empurrado e derrubado ao chão pelo polícia em questão. O outro adulto, ao tentar parar a violência, recebe dois socos no rosto. 

Nisto, o filho (que no vídeo aparenta não ter mais de 9 a 10 anos) começa a gritar e a tentar ajudar o pai, mas é rapidamente agarrado por outros polícias que tentam afastá-lo o mais longe possível do local.

Publicidade
Publicidade

Todavia, a imagem do pai a ser espancado à bastonada por um polícia já está demasiado presente, pois aconteceu tudo muito rápido. Rapidamente o segundo homem é também imobilizado e desaparece da imagem. A criança demonstra uma cara de aflição e de agonia extremamente perturbante, tendo tudo isto sido documentado em vídeo pela CMTV, aquando de uma reportagem acerca do final do jogo e que levou a captar estas chocantes imagens.

O vídeo, que se está a tornar viral pelas várias redes sociais, parece estar a tornar as pessoas bastante atentas em relação ao papel da polícia, na tentativa de resolução deste tipo de conflitos, e ainda questionando-se se seria necessária tanta violência nesta situação. O homem acabou por ser levado para as instalações da Polícia Judiciária.

A tarde e o resto da noite foi e será de grande agitação, devido ao facto de o SL #Benfica se ter tornado campeão dois anos consecutivos, com todos os adeptos a fazer a festa por todo o país mas, principalmente, e como em todas as vezes que o Benfica se torna campeão, com a invasão'' da praça do Marquês de Pombal, em Lisboa.

Publicidade

Imensos comentários negativos e revoltados por parte dos portugueses estão a surgir por todo o lado, com as pessoas a pretenderem justiça em relação ao caso, muitos exigindo a expulsão do agente da respectiva força policial. Outros comovem-se, reclamando de como tal situação poderia ter sido evitada em frente à criança, que deixou de festejar a vitória do seu clube para chorar o sucedido. #Televisão