É mais um crime passional a aumentar o número de vítimas mortais em Portugal. Uma mulher de 25 anos morreu esta quinta feira às mãos do marido por alegadamente querer o divórcio. O #Crime ocorreu à hora de almoço numa pastelaria do centro de Faro. O alegado homicida, que usou uma caçadeira para cometer o crime, já foi detido pelas autoridades.

Eram quase duas horas da tarde quando o homem, com mais de 30 anos de idade, se dirigiu ao café "À Alentejana", onde se encontravam cerca de 20 pessoas, entre as quais crianças, no centro de Faro e pediu um café para beber. O objetivo do homem, que tem residência em Matosinhos, era saber se a ainda mulher se encontrava no estabelecimento, onde tinha iniciado funções há relativamente pouco tempo.

Publicidade
Publicidade

Depois saiu e voltou munido de uma caçadeira.

Segundo relatos de testemunhas, o homem perguntou à mulher: "Queres o divórcio, queres?". A vítima não teve tempo de responder. De acordo com o jornal "Sul Informação", a mulher foi atingida por quatro de cinco disparos efetuados pelo homem e sofreu ferimentos no abdómen, num braço e numa perna. A vítima foi assistida no local por uma viatura do Instituto Nacional de Emergência Médica e foi transportada para o Hospital Distrital de Faro. Acabou por não resistir aos ferimentos graves e faleceu já a meio da tarde.

A Polícia de Segurança Pública (PSP), que tem esquadra a cerca de 100 metros do local, foi imediatamente alertada para o caso. Quando chegou ao café o homem encontrava-se a recarregar a arma, tendo sido impedido pelos agentes que o detiveram de imediato. O caso está agora a ser investigado pela Polícia Judiciária.

Publicidade

Testemunhas contam que o suspeito não ameaçou mais ninguém e deixou sair os clientes do café.

Mais um homicídio cometido num café

A 15 de abril, duas mulheres foram mortas a tiro numa pastelaria da vila do Pinhão, concelho de Alijó. O alegado homicida quis impedir que a namorada pusesse um ponto final na relação e deslocou-se ao café onde ela trabalhava. Na altura, encontrava-se no mesmo local uma prima que apoiava a jovem a terminar a relação. As duas foram abatidas a tiro. #Violência