Já foi encontrado o corpo do homem que desapareceu no sábado no Gerês, adianta a SIC Notícias. Roberto Costa, de 33 anos, natural de São João da Madeira, caiu no poço do Mouro quando praticava canyoning no Parque Nacional da Peneda-Gerês. O alerta para o acidente na ribeira de Cabril, cujo caudal tem sido nestes dias bastante forte, foi dado por um colega do desaparecido ao início da tarde de sábado. As buscas pelo homem desaparecido começaram logo no sábado, com bombeiros e militares da GNR envolvidos.

Dois dias depois do #Desaparecimento, o corpo acabou por ser encontrado no já referido Parque Nacional. O vale em que a situação ocorreu é muito procurado por praticantes de #Desportos Radicais como o canyoning.

Publicidade
Publicidade

As buscas foram bastante complicadas, devido ao declive e difícil acesso ao local do sinistro, ao qual só se pode chegar a pé.

Embora o material tenha sido encontrado no próprio dia pelos meios de socorro, o corpo da vítima mortal só foi encontrado dois dias depois. Esta segunda-feira, de acordo com informações avançadas pelos bombeiros de Salto à agência Lusa, as buscas adoptaram um novo rumo. O trabalho passou pela redução do caudal da ribeira. A zona em que a queda do homem de 33 anos ocorreu tem uma profundidade considerável, além de corrente e caudal muito fortes.

Canyoning em Portugal e no Gerês

Surgida nos anos 1970 na Europa, a modalidade do canyoning desafia os praticantes a explorar um rio, ultrapassando obstáculos diversos com recurso a técnicas e equipamentos específicos. Por permitir o uso de equipamentos tecnológicos, o canyoning é um desporto seguro, que nos últimos anos tem vindo a ter mais destaque em Portugal , sobretudo nos arquipélagos da Madeira e Açores. Este último vai receber, em Setembro deste ano, o segundo Encontro Internacional de Canyoning dos Açores, na ilha de São Jorge.

No Parque Nacional da Peneda Gerês, o canyoning tem diversos pontos onde é praticado, entre ribeiras e rios.

Publicidade

Alguns dos casos são as ribeiras de Cacerelha e Cabril e os rios Arado ou Outeiro. #Natureza