A idade da reforma em Portugal deverá aumentar brevemente. De acordo com o estudo "The Ageing report", da União Europeia, em 2020 a idade de aposentamento no país deverá ser de 66,4 anos já em 2020. São mais quatro meses do que actualmente. Mas há mais: até ao final da próxima década, as pessoas poderão ter acesso às pensões sem penalizações apenas aos 67 anos, chegando aos quase 69 anos (68,8) em 2060.

O relatório baseia-se em factores demográficos, nomeadamente na esperança média de vida, que, espera-se, apresente uma tendência de subida. Mas também as despesas com pensões deverão subir, pelo menos até 2033. Os efeitos da crise no mercado de trabalho português deixam antecipar que este tipo de despesas deverão atingir os 14,8 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2040, mas 20 anos depois poderá ser apenas de 13,1 por cento.

Publicidade
Publicidade

O valor das despesas públicas com pensões para 2060 era estimado em 12,7 por cento no final de 2013, último ano em que o relatório foi feito.

Gasto com pensões pode ser contido

Apesar das estimativas apontarem para uma subida da preponderância das despesas com pensões no PIB, há medidas que o podem evitar. É o caso das alterações já efectuadas em Portugal no factor de sustentabilidade e aceleração das regras de convergência do sistema de aposentação da função pública com regime da segurança social.

Carreira contributiva mais longa

A carreira contributiva média de um português a trabalhar no seu país é de cerca de 29 anos e meio, mas até 2060 este prazo pode subir em quase sete anos. As alterações já citadas fazem com que em 2020 uma carreira contributiva chegue, em média, aos 31 anos, subindo, até 2060, para 36,4 por cento - na zona Euro o aumento estimado é de cerca de quatro anos.

Publicidade

Idade da reforma em Portugal

Actualmente, a idade da reforma em Portugal é aos 66 anos, mas isso vai alterar muito em breve. Para o próximo ano já está confirmada a subida do limiar para os 66 anos e dois meses, reflectindo-se desta forma a evolução positiva da esperança média de vida. Também recentemente o Governo mexeu no factor de sustentabilidade para as pensões de reforma - pedir o acesso antes da idade de aposentação tem agora um impacto de 0,8698.