Na noite de 17 de junho foi detido um indivíduo, com 54 anos de idade, acusado de mais de 20 furtos de documentos e correspondência de dentro de automóveis, bem como do roubo de documentos das caixas de correio, crimes praticados durante os últimos dias na cidade de Vila Real. Suspeita-se que estará envolvido numa rede de falsificação de documentos que opera por toda a Europa. O homem estudava os carros das vítimas e, quando surgia uma oportunidade, abria a viatura, sem causar qualquer dano, e roubava apenas os documentos, deixando dinheiro ou as próprias viaturas no local. Por esse motivo, por vezes as vítimas só se apercebiam do furto muitas horas depois, fazendo as denúncias, que se vinham a acumular nos últimos dias, na esquadra da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Vila Real.

Publicidade
Publicidade

A Esquadra de Investigação Criminal de Vila Real tomou conta do caso e obteve um mandato de captura do suspeito, fazendo a detenção após encontrar na sua posse alguns dos documentos dados como roubados pelas vítimas, isto na sequência da investigação em curso que culminou com uma busca domiciliária à residência do suspeito. Fonte da Esquadra de Investigação Criminal de Vila Real adianta que foram encontradas dezenas de documentos que foram furtados do interior dos veículos das vítimas, mas ainda várias chaves de veículos automóveis, e, algo insólito, variada correspondência roubada em caixas de correios. Contudo, não foi conhecido o conteúdo dessa correspondência, suspeitando-se que sejam mais documentos para falsificação.

O suspeito já tinha sido acusado deste mesmo #Crime anteriormente, e estava com pena suspensa decretada pelo Tribunal da Comarca de Vila Real.

Publicidade

Suspeita-se que o homem beneficiasse destes furtos através de uma rede de falsificação de documentos, havendo já uma investigação apontada nessa direcção por parte das autoridades policiais competentes. O sujeito foi constituído arguido com termo de identidade e residência, e estará presente no Tribunal da Comarca de Vila Real para conhecer as medidas de coação impostas pelo Juiz.