Duas bombeiras, com 50 e 24 anos de idade, sofreram esta segunda-feira, 6 de Julho, queimaduras nas pernas e braços quando participavam nas operações de combate a um #Incêndio no concelho de Mogadouro, distrito de Bragança. As duas mulheres foram transportadas de helicóptero para o Hospital de S. João, no Porto. A mais velha apresentava queimaduras em mais de 50% do corpo, enquanto a jovem de 24 anos tinha queimaduras em 18%. Um outro bombeiro também teve de receber assistência médica devido à inalação de fumos. O incêndio teve origem em duas máquinas que estavam a fazer carregamento de madeira.

Segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), o incêndio eclodiu poucos minutos após as 13 horas na freguesia de Bruçó, em pleno Parque Natural do Douro Internacional. Segundo Cura Marques, Relações Públicas do Comando Distrital da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Bragança, o incêndio terá sido provocado por "duas máquinas industriais que procediam ao carregamento de madeira". Equipamentos que acabaram por ser destruídos pelas chamas.

Às 18:45 horas, a ANPC informava que no combate ao incêndio encontravam-se 134 operacionais, dos quais 106 #Bombeiros auxiliados por 34 meios, para além de elementos dos Sapadores Florestais, elementos do Grupo Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) entre outros.

Publicidade
Publicidade

No combate ao fogo estavam também seis meios aéreos: quatro aviões médios e dois pesados. A mesma Autoridade Nacional dava conta da presença de Grupos de Reforço para Combate a Incêndios Florestais (GRIF) de Vila Real e de Viseu, bem como o Grupo de Reforço para Ataque Ampliado (GRUATA) da Guarda.

O Comando Operacional estava a cargo do Comandante Operacional Distrital de Bragança, estando o Posto de Comando Operacional instalado no recinto polidesportivo da aldeia de Castelo Branco, onde se encontrava, também, o presidente da Câmara Municipal de Mogadouro.

De acordo com a ANPC, à mesma hora, o "flanco esquerdo" do incêndio estava dominado, enquanto o "flanco direito e cabeça evoluíam em pinho".