Terminaram as buscas por Diogo Moreira, o jovem que estava desaparecido desde o passado dia 14 de Julho em Brighton, em Inglaterra. Infelizmente o desfecho foi o pior já que o português de 29 anos foi encontrado já sem vida junto à linha de comboio da estação de Brighton. A família anunciou a triste notícia através do Facebook onde voltou a agradecer a mobilização da sociedade civil na tentativa de encontrar Diogo.


Segundo a imprensa local, o corpo do jovem de 29 anos natural de Espinho foi encontrado na quarta-feira, dia 22 de Julho, junto à linha da estação de comboios de Brighton, localidade onde vivia há cerca de três anos. Na altura em que foi encontrado, de acordo com informações da RTP, a #Polícia estaria a seguir uma pista que tinha sido fornecida por um cliente do café onde Diogo trabalhava. O cliente afirmava ter visto o português próximo de um parque da região de Brighton, revelando que Diogo parecia perdido e perturbado.


A confirmação da morte de Diogo Moreira surgiu através do grupo no Facebook criado para ajudar a encontrar o jovem de Espinho. Numa pequena mensagem publicada no grupo era apenas referido que o corpo já tinha sido encontrado e que a família agradecia toda a ajuda dispensada no sentido de  tentar encontrar Diogo com vida.


A família anunciou ainda a realização de uma marcha em homenagem a Diogo no sentido de celebrar a sua vida.


Ao longo dos últimos dias multiplicaram-se as tentativas de encontrar Diogo. As redes sociais foram inundadas de imagens e mensagens com pedido de informações sobre o paradeiro do jovem emigrante em Inglaterra. A família, que se deslocou a Brighton recebeu também muito apoio da comunidade local e ficou surpreendida pela quantidade de amigos que Diogo. Estes amigos criaram também um grupo de buscas, espalharam panfletos por toda a localidade.


Diogo Moreira estava a morar em Brighton à cerca de três anos. Começou por trabalhar num bar e desde 2014 que estava matriculado na universidade, onde estava a estudar Geologia e Ciência Ambiental.
#Desaparecimento