Depois de assaltarem um estabelecimento, os cinco suspeitos foram detidos e entregues às autoridades. A #Polícia de Segurança Pública contou em comunicado que os suspeitos têm entre 18 e 24 anos de idade. No mesmo comunicado, citado pelo Jornal de Notícias, a força de segurança explica que os suspeitos começaram a roubar e a levar os artigos para uma viatura que os terá transportado e que estava parada junto do estabelecimento. A proprietária e as funcionárias, que viram os furtos através das câmaras de videovigilância, ainda tentaram impedir os assaltantes, mas terão sido agredidas e empurradas pelos mesmos, que se puseram depois em fuga. Segundo a PSP, um dos assaltantes ameaçou uma funcionária com uma navalha para conseguir escapar.

Na altura passavam pelo local dois agentes policiais à civil que, tendo notado o que estava a acontecer, tomaram medidas e seguraram os suspeitos até chegar o carro de patrulha. A polícia apreendeu então os artigos que haviam sido roubados, assim como as armas brancas e o veículo que estavam a usar.

Os três homens e as duas mulheres já foram presentes ao Tribunal de Vila Real e ficam obrigados a apresentações periódicas semanais à esquadra.

Assaltou mais de 10 estabelecimentos e foi preso

Também em Vila Real, na quarta-feira, um homem de 20 anos foi detido por roubo em cerca de dez casas comerciais. Após ter sido presente a tribunal, o homem ficou em prisão preventiva e foi depois conduzido ao estabelecimento prisional. As investigações aos assaltos a estabelecimentos de restauração e bebidas em Vila Real apontaram o suspeito como culpado de cerca de dez crimes. O homem já havia sido detido várias vezes por roubo.

Ainda no distrito de Vila Real, mas em Chaves, dois homens suspeitos de vários roubos a casas de emigrantes foram apanhados pela GNR. Os suspeitos têm 52 anos de idade e já estavam assinalados por roubo a habitações de emigrantes. As buscas conseguiram recuperar muito do material furtado. Os homens ficaram sujeitos a Termo de Identidade e Residência. #Crime