O crescente número de catástrofes naturais, as calamidades feitas a animais, assim como a decadência que muitas pessoas vivem, tem contribuido para alterar a visão dos portugueses (e no mundo em geral). Prova disso é o facto de cerca de 75 mil portugueses expressarem a sua vontade de lutar em conjunto com o PAN (Pessoas – Animais – Natureza) para uma sociedade mais justa e igual, sem esquecer a luta pelos direitos de todos os animais e da natureza.

A chegada do PAN ao parlamento, com a eleição de um deputado, mostra existir um crescente número de portugueses que têm a expectativa de ver discutido (…) temas que não têm beneficiado da atenção dos restantes partidos” afirma André Silva, deputado para a Assembleia da República pelo PAN, temas esses que se mostram fundamentais e essenciais para um país mais equalitário e justo.

Para além disso, nestas últimas eleições, os portugueses demonstraram a grande diversidade de escolha, não tendo sido eleita uma maioria absoluta, o que, na visão do cabeça de lista do PAN, “mostra da parte dos portugueses uma vontade de diálogo entre os diferentes atores políticos”.

Em conversa com a Blasting News Portugal, André Silva afirma ainda que as mentalidades, de facto, estão a mudar, tendo em conta que os cidadãos procuram novas abordagens em que se consigam identificar. O facto de nas eleições feitas nos últimos anos demonstrarem, cada vez mais, uma maior heterogeneidade nos votos revela isso mesmo. Para o deputado do PAN “os portugueses têm dito cada vez mais é que não querem maiorias absolutas de nenhum partido”, deixando, desta forma, de lado a ideia de um país à direita ou à esquerda.

Querem que os partidos se entendam

Os portugueses deixam de lado as bandeiras partidárias e passam a erguer uma única bandeira em busca de um parlamento que, em conjunto, consiga levar o país a um bom rumo.

“(…)e desse modo encontrar pontos de entendimento, em prol do bem-estar comum. Daí o aumento progressivo do voto nos partidos emergentes.”

André Silva reitera ainda o facto de ser necessário um pensamento político coletivo que pense a longo prazo, disciplinadamente e metodicamente. #Natureza