Um homem com cerca de 30 anos perdeu a vida esta sexta-feira, dia 10, num despiste de moto-quatro, no concelho de Alpiarça, distrito de Santarém. Na mesma mota seguia o filho, que acabou por ficar ferido com gravidade, de acordo com os #Bombeiros Municipais. 

Publicidade

O comandante dos Bombeiros de Alpiarça, Hugo Teodoro, informou que a moto-quatro, ao despistar-se, foi colidir contra um muro de uma habitação, e logo de seguida contra um poste. De acordo com o comandante, a idade do filho que assistiu à morte do pai ainda não é totalmente conhecida, tendo sido informado pelos Bombeiros Municipais que deve ter "três ou quatro anos".

Segundo os dados recolhidos pelo Jornal de Notícias, o despiste aconteceu por volta das 19 horas da passada sexta-feira numa rua, que se encontra alcatroada, na localidade de Casalinho, situada no concelho de Alpiarça.

Publicidade

Quando os Bombeiros de Alpiarça chegaram ao local do acidente, já não conseguiram salvar a vida do homem, visto que já se encontrava em paragem cardiorrespiratória. Hugo Teodoro acrescentou ainda que os Bombeiros de Alpiarça tentaram a reanimação durante cerca de meia hora, mas já não havia nada a fazer, tendo sido confirmado o óbito no local do #Acidente.

A criança de "três ou quatro anos" foi transportada para o Hospital de Santarém, tendo o comandante dos Bombeiros Municipais descansado os meios de comunicação social referindo que, apesar de a criança ter sido dada como sendo um ferido grave, não se encontra em perigo, estando numa situação "estável".

As causas do despiste ainda estão a ser apuradas pelas equipas de investigação, que tentam perceber o que terá levado o condutor a perder o controlo da moto-quatro, na qual seguiam duas pessoas..

Publicidade

De acordo com os dados recolhidos pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Santarém, no local do acidente concentraram-se a GNR, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) e também os Bombeiros de Alpiarça, tendo sido confirmados posteriormente um total de 14 operacionais e 7 viaturas. #Tragédia